Um ano depois de entrave com Ulisses Maia (PDT), prefeito de São Jorge do Ivaí, André Bovo (PP), é aclamado presidente da Amusep

Por: - 16 de dezembro de 2017
André Bovo ao lado do pai José Luiz Bovo, ex-secretário da Fazenda de Maringá, e do ex-prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin / Prefeitura de Maringá

Em janeiro de 2017, em reunião na Prefeitura de Maringá, com participação de onze dos 30 prefeitos que integram a associação, Ulisses Maia (PDT) se opôs ao anúncio do prefeito de São Jorge do Ivaí, André Bovo (PP), como candidato. Maia declarou apoio ao prefeito de Mandaguari, Romulado Batistão (PDT), e acenou com a possibilidade de se candidatar.

Sem acordo, surgiu o nome do prefeito de Floraí, Fausto Eduardo Herradon (PSDB), que presidiu a entidade durante o ano de 2017. “Nossa principal ação foi sanear as despesas e promover um amplo ajuste nas contas. Conseguimos uma economia de R$ 26 mil por mês”, afirmou.

Foi o último discurso de Herradon como presidente. Em reunião com a presença de 27 prefeitos, na tarde desta sexta-feira (15/12), em Floraí, o prefeito de São Jorge do Ivaí, André Luís Bovo, foi eleito o novo presidente da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep).

Apenas uma chapa se inscreveu para participar da disputa e a posse ocorrerá em primeiro de janeiro de 2018. O primeiro vice é o prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista e o segundo, Geraldo Gomes, o Gera, de Munhoz de Mello.

Governadora e ministro na eleição da Amusep

O evento teve a participação da governadora em exercício do Paraná, Cida Borghetti (PP), do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), do deputado federal, Edmar Arruda (PSD) e do deputado estadual Evandro Júnior (PSDB).

Bovo adiantou que uma das propostas que pretende conduzir é a elaboração de uma pauta de reivindicações única da entidade para ser entregue ao governo do Estado e aos candidatos que vão disputar as eleições do ano que vem.

Na última reunião da itinerante da Amusep, em Itaguajé, no final de novembro, ao falar sobre as eleições da entidade, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, defendeu a coesão na entidade.

“Temos que elaborar uma pauta de caráter regional; apresentá-la aos candidatos; e convencê-los a adotar nossas reivindicações como prioridades nos planos de governos deles”, ressaltou.

Atualização às 17h25 de segunda-feira (18/12): ao contrário do que foi publicado anteriormente, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PDT), também participou da reunião que elegeu Bovo presidente da Amusep.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.