Pesquisas serão contratadas pela Prefeitura de Maringá para avaliar o primeiro ano de gestão de Ulisses Maia

Por: - 12 de dezembro de 2017
Projeto Prefeitura nos Bairros na Escola Municipal Benedita Natália Silva; um dos programas que será avaliado em pesquisa / Vivian Silva/PMM

Quatro pesquisas estão em fase de contratação pela Prefeitura de Maringá, que está disposta a pagar até R$ 211,2 mil para avaliar o desempenho da gestão do prefeito Ulisses Maia (PDT). Serão duas pesquisas quantitativas, com a aplicação de 600 questionários com no mínimo 25 perguntas. E duas qualitativas, com roteiro de questões a serem aplicadas entre quatro grupos com um mínimo de dez pessoas cada.

No edital do processo licitatório aberto pela administração municipal, o contrato será assinado por um período de um ano. O prazo permitirá realizar a primeira avaliação da administração municipal no início de 2018 e a segunda análise até o final do próximo ano.

Entre os conteúdos mínimos exigidos para a pesquisa quantitativa, a administração municipal solicita que sejam avaliados o conhecimento dos moradores sobre a atuação da Prefeitura de Maringá, a percepção sobre os serviços públicos prestados e o conhecimento das políticas e programas.

A Prefeitura de Maringá também quer avaliar o nível de satisfação com a qualidade na questão da universalização e continuidade dos serviços públicos, atendimento aos usuários e modicidade tarifária. O questionário fechado será definido em reuniões entre o Gabinete do Prefeito e a empresa que vier a ser contratada.

No que diz respeito à pesquisa qualitativa, com grupos fechados, os roteiros de questões serão definidos após a assinatura do contrato. De acordo com o edital da licitação, a intenção é “identificar as percepções dos entrevistados em relação à administração municipal de Maringá”.

E, por meio dos resultados, “elaborar e promover planos e estratégias em busca de soluções para os problemas”.

Veja quais são os objetivos das pesquisas, conforme descrição do edital de licitação

  • Levantar as efetivas demandas da comunidade, ou seja, os problemas e soluções em cada uma das regiões da cidade;
  • Avaliar o desempenho do executivo municipal, bem como os motivos desta avaliação;
  • Avaliar os diversos serviços públicos municipais;
  • Levantar as efetivas demandas da população;
  • Levantar os problemas enfrentados pelo cidadão em relação ao Poder Público Municipal;
  • Avaliar a gestão municipal em relação aos serviços públicos municipais (transporte público; saúde, educação, limpeza urbana; iluminação; água e esgoto; proteção ao meio ambiente; esporte, cultura);
  • Avaliar a implantação do projeto: “Prefeitura Nos Bairros”;
  • Obter conhecimento espontâneo e estimulado sobre a atuação da Prefeitura Municipal.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.