Prefeitura de Maringá tem 13 obras paralisadas que somam mais de R$ 70 milhões em investimentos

Por: - 26 de setembro de 2017
CMEI Dona Guilhermina Cunha Coelho está com medição 100% e consta com o status de "paralisada"

Maringá tem 13 obras municipais paralisadas. O levantamento foi feito hoje de manhã a partir do Portal da Transparência, que disponibiliza informações de 339 obras no município, inciadas entre 2006 e 2017.

As 13 obras foram iniciadas e paralisadas entre 2013 e 2016 e somam mais de R$ 70 milhões – sendo R$ 10 milhões de aditivos contratuais, que representam 14,2%% dos investimentos.

A obra paralisada que recebeu o maior montante de recursos é a de pavimentação e infraestrutura da quarta parte do Parque Industrial que, somados o valor inicial e o aditivo liberado, chega a R$ 28 milhões. Até o momento foram executados apenas 18,8% das obras.

Quatro obras foram 100% concluídas segundo as últimas medições, mas constam no Portal da Transparência como paralisadas porque ainda estão com o “recebimento provisório”, explica o secretário de Obras Públicas Marcos Zucoloto.

Segundo ele, o problema se deve a uma herança da administração anterior. “As obras são recebidas inicialmente pelo fiscal em caráter provisório. Depois tem um período de observação e avaliação, para ver se não tem nenhum problema ou vício construtivo, para só depois emitir recebimento definitivo”, destacou.

Zucoloto afirmou que grande parte das obras que haviam sido recebidas provisoriamente no ano passado estavam sendo analisadas por cargos comissionados e que tiveram de ser reavaliadas por técnicos de carreira – o que demandou mais tempo para o recebimento definitivo da obra.

A assessoria de imprensa da administração anterior, ao ser procurada pela reportagem, emitiu nota dizendo que “o acompanhamento e a fiscalização das obras sempre foi feito por servidores municipais, engenheiros com capacidade técnica comprovada.”

Cidade Industrial
Loteamento Cidade Industrial custou R$ 6.313.391,06 e teve aditivos de R$193.069,33. Obra é de 2015

Estão sendo reavaliados os recebimentos provisórios das seguintes obras, que já estão sendo utilizadas pela população e constam como concluídas:

  • Adequação complementar de acessibilidade do Ginásio de Esportes Valdir Pinheiro. Investimento inicial de R$ 91.686,21 e mais R$ 10.414,47 em aditivo. Iniciada em 2016.
  • Pavimentação asfáltica e galeria de águas pluviais em vias de acesso e estacionamento da Universidade Estadual de Maringá. Investimento inicial de R$ 2.555.265,71 e mais R$ 638.493,49 em aditivo. Obra iniciada em 2015.
  • Reforma e ampliação do Centro Municipal de Educação Infantil Dona Guilhermina Cunha Coelho. Investimento inicial de R$ 598.860,00 e mais R$ 175.171,72 em aditivos. Obra iniciada em 2015.
  • Implantação da Escola Municipal Parque Tarumã. Investimento inicial de R$ 7.528.884,01 e mais R$ 1.134.723,54 em aditivos. Obra iniciada de 2013.

Estão em fase de conclusão, mas não estão recebendo investimentos as seguintes obras:

  • Pavimentação asfáltica e construção de galerias pluviais da avenida Nildo Ribeiro (99,51%). Investimento inicial de R$ 3.069.014,84 e mais aditivos de R$ 1.178.313,90. Obra iniciada em 2015.
  • Loteamento do Cidade Industrial (89,32%). Investimento inicial de R$ 6.313.391,06 e mais aditivos de R$ 193.069,33. Obra iniciada em 2015.
  • Pavimentação, drenagem e sinalização no contorno da UEM (98,69%). Investimento inicial de R$ 8.815.000,00 e mais aditivos de R$ 2.155.503,99. Obra iniciada em 2014.
  • Supervisão das obras de pavimentação da UEM (98,57%). Investimento inicial de R$ 397.139,00 e mais aditivos de R$ 88.431,43. Obra iniciada em 2014.

Obras em fase inicial e outras que não foram iniciadas, apesar de licitadas e contratadas:

  • Implantação de pavimentação e infraestrutura na Rua Exaltino Pereira Boa Sorte (0%). Investimento de R$ 332.684,03. Obra iniciada em 2016.
  • Pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais da rua João José de Queiroz (0%). Investimento inicial de R$ 372.881,75 e mais aditivos de R$ 93.044,36. Obra iniciada em 2016.
  • Pavimentação asfáltica e galeria pluvial da avenida João Pereira (4,72%). Investimento inicial de R$ 5.244.812,19 e mais aditivos de R$ 1.005.504,55. Obra iniciada em 2015.
  • Implantação de infraestrutura no Parque Industrial (18,81%). Investimento inicial de R$ 24.339.265,37 e mais aditivos de R$ 3.643.978,77. Obra iniciada em 2015.
  • Rua Motokishi Sonda (23,05%). Investimento de R$ 197.960,94. Obra iniciada em 2016.

O total dos investimentos previstos (parte já foi paga e parte ainda não) chega a R$ 70.506.178,69, sendo R$ 10.316.649,55 em aditivos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.