Gripe Canina

As infecções respiratórias são altamente contagiosas e muito frequentes em cães filhotes e adultos, principalmente naqueles que apresentam um estilo de vida mais  intenso, como por exemplo frequentar pet creches, hotéis, canis e outros locais onde há  uma grande circulação de cães. 

A gripe canina também conhecida como “tosse dos canis”, é uma doença  infectocontagiosa do trato respiratório superior e às vezes do trato respiratório inferior do  cão, marcada por uma tosse dolorosa, secreção nasal, espirros e até ânsia de vômito e, que muitas vezes, requer um tratamento medicamentoso extenuante e caro. 

Em alguns casos, os cães podem ter febre, falta de apetite e até mesmo demonstrar  sinais de depressão, que podem persistir por dias ou várias semanas. As principais causas  dessa doença incluem a bactéria Bordetella bronchiseptica e o vírus da Parainfluenza canina

Qualquer cão pode contrair a gripe, independentemente de idade ou raça, no entanto, alguns locais e atividades podem aumentar esse risco, conforme citado. 

Como proteger o meu cãozinho da gripe?

A vacinação é a melhor alternativa para ajudar a prevenir e reduzir os sinais da  gripe canina. Existem algumas opções de vacinas para seu cão, que apresentam diferentes  vias de administração, como por exemplo via subcutânea (injetável), via oral e via  intranasal.  

A opção de eleição pelos consensos de vacinação (WSAVA e AAHA) para a  prevenção da “tosse dos canis” é a via intranasal, como a Nobivac KC, que possui:  elevado nível de anticorpo de mucosa (diferente das injetáveis), possui um rápido início de  proteção em 72h, é uma vacina indolor, aplicada em uma única narina em pouca  quantidade, e pode ser administrada anualmente em dose única pelo Veterinário.

Fique atento ao estilo de vida de seu cão e pergunte ao Médico Veterinário se a  vacinação contra a gripe canina é uma boa opção para ele. Com a proteção em dia, certamente seu cão terá uma vida longa e saudável! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.