A Cardiologia como Especialidade na Medicina Veterinária

O número de animais em lares brasileiros vem aumentando a cada ano, com isso o mercado pet tem sido destaque em crescimento. É indiscutível o desenvolvimento que a medicina veterinária também tem atingido. Nesse cenário, as especialidades veterinárias ganham espaço e atualmente se encontram em ascensão. Assim como se observou na medicina humana há algumas décadas, o mesmo movimento se observa no momento na medicina veterinária. 

Hoje o clínico geral ainda é o profissional mais procurado pelos proprietários, no entanto, tais profissionais contam com o apoio dos especialistas, e desenvolvem um trabalho conjunto. Assim, durante o atendimento veterinário, o clínico geral ao se deparar com determinadas situações, encaminha o paciente para o médico veterinário especialista, um profissional que após a graduação, dedicou um tempo de estudos em uma área específica.

A cardiologia veterinária é uma das especialidades já existente na medicina veterinária. Os profissionais se dedicam a cuidar das patologias do sistema cardiovascular. As principais situações nas quais há recomendação de avaliação por um cardiólogo veterinário, são: 

 – Pacientes com alterações no sistema cardiovascular, detectadas em uma consulta com o clínico geral.

– Avaliação pré-anestésica, para auxiliar na determinação do risco cirúrgico.

– Check-up de rotina para cães e gatos idosos.

Tosse (por vezes confundida com engasgos), cansaço fácil, respiração dificultosa, cianose (coloração arroxeada) de língua e mucosas são os principais sintomas que um paciente com alterações cardiovasculares apresenta. É importante destacar que nas fases iniciais o paciente pode ser assintomático, principalmente os gatos, ressaltando a importância das consultas de rotina.

Para avaliação cardiológica, o médico veterinário especialista conta com equipamentos de tecnologia avançada. Para a avaliação da pressão arterial, dispõem-se de aparelhos de doppler vascular e de oscilometria. Os aparelhos de eletrocardiografia permitem a avaliação do ritmo cardíaco.  O holter permite ainda a avaliação do registro eletrocardiográfico prolongado. Para a avaliação morfológica e estrutural do coração contamos com aparelhos de ecocardiografia. 

Os tratamentos, em sua maioria, não visam a cura, mas sim melhorar a qualidade de vida e o tempo de sobrevida do paciente.

Geovanna Santana Cardiologia Veterinária e Paulo Stein

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.