RÁDIO MARINGÁ – Seleção Olímpica do Brasil perde de Cabo Verde por 2 a 1 em jogo preparatório na Sérvia

Neste sábado (5), a Seleção Olímpica disputou o primeiro de dois jogos preparatórios na Sérvia, diante de Cabo Verde. No Estádio Partizan, em Belgrado, a equipe comandada pelo técnico André Jardine controlou a posse de bola e criou as melhores chances ao longo da partida, mas acabou superada por 2 a 1 pelos adversários.

O próximo teste antes da disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio será na terça-feira (8), contra a equipe sub-24 da Sérvia. A partida será realizada no Estádio Marakana, do time Estrela Vermelha, às 14h (de Brasília)

O jogo

Os primeiros 45 minutos do teste diante de Cabo Verde foi de domínio total da Seleção Brasileira. Mostrando bom entrosamento, a equipe comandada por André Jardine criou as melhores chances de gol na etapa inicial e deu trabalho à defesa adversária. Logo aos seis minutos, Antony cruzou da direita para Gerson, que cabeceou para o gol, mas viu a defesa fazer o desvio. Instantes depois, aos dez, Rodrygo passou pela esquerda para Antony cabecear com muito perigo, mas para fora.

Explorando bem as jogadas pelos dois lados, o Brasil seguiu assustando. Aos 22, Guilherme Arana recebeu pela esquerda e chutou forte, cruzado, quase enganando o goleiro Vozinha. Depois, aos 35, foi a vez de Claudinho avançar pela esquerda e cruzar na medida para Rodrygo, que finalizou direto para o gol e foi parado no defensor caboverdiano. Sem parar de atacar, a Canarinho abriu o placar aos 38 minutos, após Pedro tentar a jogada dentro da área e Roberto Lopes colocar a mão na bola. Na cobrança de pênalti, o camisa 9 deslocou Vozinha e colocou a Seleção na frente: 1 a 0. Antes da pausa para o intervalo, Lisandro Semedo recebeu cruzamento da esquerda e chutou de primeira para deixar a partida empatada.

No segundo tempo, o Brasil seguiu controlando as ações e tendo as melhores chances de balançar as redes. Após jogadas perigosas pela esquerda, Antony, Rodrygo e Pedro quase completaram para o gol nos minutos iniciais. Depois, aos 16, Vozinha errou na saída de bola, Claudinho pegou de primeira e quase marcou de muito longe. O técnico fez duas mudanças e o time seguiu ofensivo. Em sua primeira participação, Malcom tabelou com Claudinho, recebeu na frente e finalizou de canhota, mas a bola parou na rede do lado de fora. Segurando a pressão brasileira, a equipe de Cabo Verde apertou a marcação e virou a partida aos 38 minutos, com Willy Semedo.

Brasil: Cleiton, Gabriel Menino, Nino, Gabriel Magalhães e Arana; Bruno Guimarães, Gerson (Matheus Henrique) e Claudinho (Reinier); Antony (Malcom), Pedro (Evanilson) e Rodrygo (Gabriel Martinelli).

(Foto: Ricardo Nogueira/CBF)

MAIS…

Últimas vagas de Empregos