RÁDIO MARINGÁ – Com 100 gols, Ketlen é primeira mulher a alcançar marca no Santos

Uma lista seleta, com pouco mais de 20 nomes, entre os quais Pelé, Coutinho, Robinho e Neymar, agora tem Ketlen. O gol marcado aos 49 minutos do segundo tempo, na vitória por 2 a 0 sobre Minas Brasília, no domingo (13), foi o 100º da atacante pelo Santos. Ela é a primeira mulher a atingir a estatística centenária de gols pela equipe que, com o resultado na Arena Barueri, manteve a liderança da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino após nove rodadas.

O gol saiu em contra-ataque que a própria Ketlen iniciou no campo de defesa. Ela lançou a atacante Larissa, que foi derrubada perto da meia-lua. A arbitragem deu vantagem e a bola sobrou na entrada da área para o arremate da maior artilheira do futebol feminino santista. “É uma emoção muito grande. O Santos é o clube que me revelou, surgi aqui com 15 anos. Chorei [de emoção] após o jogo porque [o 100º gol] era algo que eu queria alcançar. Veio na hora certa, no momento certo”, comentou Ketlen, em entrevista à Santos TV.

A jogadora de 28 anos, natural de Rio Fortuna (SC), dedicou o gol à avó, que faleceu antes da atacante nascer, mas que era torcedora fervorosa do Santos. “Ela amava o Coutinho! Desde criança, minha mãe contava as histórias dela. Toda vez que entro em campo, penso nela. Fico emocionada, porque é uma pessoa que eu gostaria que estivesse na arquibancada. Mas, sei que, onde ela estiver, está me apoiando”, contou.

Outro homenageado pelo 100º gol de Ketlen foi o técnico Guilherme Giudice, que, durante a paralisação, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), tratou – e venceu – um câncer no pescoço e no retroperitônio (espaço anatômico atrás da cavidade abdominal). “Eu falei que o gol seria para ele também, por tudo aquilo que ele passou nos últimos meses e todo o apoio que ele me deu esse ano”, destacou a atacante.

Antes do gol histórico de Ketlen, a centroavante Cristiane abriu o placar para as Sereias da Vila. Aos 14 minutos do segundo tempo, a lateral Giovanna cobrou escanteio pela direita, a zagueira Tayla cabeceou e a camisa 9 santista, com um leve desvio, mandou para as redes. A vitória por 2 a 0 manteve as alvinegras na liderança do Brasileirão, com os mesmos 24 pontos do Corinthians, ficando à frente pelo saldo de gols (19 a 16). O Minas, com a derrota, segue em 13º, na zona de rebaixamento, com oito pontos.

Timão e dupla Gre-Nal na cola santista
Também no domingo (13), o Timão superou o Grêmio no Parque São Jorge, sob um forte calor. Durante o jogo, a temperatura variou entre 30 e 32 graus. O gol da vitória por 1 a 0 saiu aos 27 minutos do primeiro tempo. Após um escanteio no lado direito, cobrado pela meia Tamires, a goleira Raíssa não saiu bem e a zagueira Erika escorou de cabeça para as redes. Raíssa, porém, redimiu-se com defesas importantes, que evitaram uma vitória corintiana mais elástica. O tropeço manteve as Gurias Gremistas na terceira posição, com 18 pontos.

É a mesma pontuação do rival Internacional, que venceu na rodada, mas fica atrás na tabela por ter uma vitória a menos. Em casa, as Coloradas bateram o Iranduba por 2 a 0. Os gols saíram na etapa inicial. Aos 12 minutos, a meia Fabi Simões aproveitou rebote da goleira Stefane e abriu o placar. Aos 35, de pênalti, a atacante Byanca Brasil ampliou. No segundo tempo, Byanca teve a chance do terceiro em nova penalidade, mas, dessa vez, Stefane pegou. Com a derrota, o time de Manaus continua com oito pontos, na 12ª colocação, a uma do Z-4.

Na Gávea, Flamengo e Cruzeiro ficaram no 1 a 1 e continuam fora da zona de classificação. A Raposa é a 10ª colocada, com 13 pontos, um a mais que o Rubro-Negro, em 11º lugar. Aos 14 minutos da etapa final, a atacante Rafa Barros aproveitou a sobra de uma cobrança de escanteio e bateu forte, da entrada da área, colocando as cariocas à frente. Mas, nos acréscimos, a também atacante Patrícia acertou um semi-pulo da meia-lua e deixou tudo igual no Rio de Janeiro com um golaço.

Empate por 1 a 1 também na partida entre Avaí/Kindermann e São Paulo, em Caçador (SC). Os times chegaram embalados pelas goleadas sobre Audax (9 a 0) e Ponte Preta (7 a 0), respectivamente, mas travaram um duelo truncado, em uma tarde de muito calor. A rede só balançou nos minutos finais da partida. Aos 42, a atacante Gislaine abriu o marcador para as tricolores, mas, a lateral Bruna Calderan, de pênalti, igualou. As catarinenses, com 17 pontos, estão em quinto, enquanto as paulistas, com 14, ocupam o oitavo lugar.

Superados por Avaí/Kindermann e São Paulo no meio de semana, Audax e Ponte se enfrentaram em Osasco (SP). As donas da casa conquistaram a primeira vitória na competição, pelo placar de 1 a 0. Aos 26 minutos da etapa final, a atacante Alê Brito arriscou de fora da área, a goleira Vitória tentou agarrar, mas a bola escapou das mãos e foi para o gol. O Audax foi a quatro pontos, está em 14º lugar, enquanto a Macaca, zerada, é a lanterna. Os times figuram na zona de rebaixamento.

Campeãs fazem as pazes com a vitória
A goleada da rodada ficou por conta da Ferroviária, que aplicou 7 a 0 no Vitória, em Araraquara (SP), voltando a vencer após quatro jogos. As atuais campeãs saíram na frente com a atacante Chú, aos três minutos, após cruzamento rasteiro da meia Aline Milene. As Guerreiras Grenás ainda tiveram várias chances de ampliar nos 45 minutos iniciais. Na melhor delas, a zagueira Luana cobrou uma penalidade para fora.

A Ferroviária deslanchou no segundo tempo. Aos três, a volante Rafa Andrade ampliou de voleio. A experiente zagueira Andreia Rosa, em cobrança de falta no ângulo, fez o terceiro, aos 18. Aos 24, Andreia aproveitou o bate-rebate na pequena área e marcou o quarto. A meia Thayciane, de cabeça, elevou a vantagem para cinco gols aos 33 minutos. A partida ficou parada por cerca de 25 minutos devido a uma queda de luz. Quando a bola voltou a rolar, as paulistas assinalaram dois golaços em chutes da intermediária. Primeiro com a atacante Adriana Nenê, aos 39. Depois com Rafa Andrade, nos acréscimos.

As baianas seguem na penúltima colocação, ainda sem pontos ganhos e sendo o único time que não balançou as redes após nove rodadas. A Ferroviária foi a 16 pontos, chegou à sétima posição, agora com o ataque mais positivo do campeonato, com 26 gols. O Brasileiro só retorna no domingo (20). Até lá, 24 jogadoras que atuam no país participarão de uma semana de treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), com a técnica da seleção feminina, Pia Sundhage.
(Texto: Lincoln Chaves/Agência Brasil. Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos)

[vc_row][vc_column][vc_raw_html]JTNDc2NyaXB0JTIwdHlwZSUzRCd0ZXh0JTJGamF2YXNjcmlwdCclM0UlMEElMDl2YXIlMjBlbWJlZGRhYmxlX2pvYl93aWRnZXRfb3B0aW9ucyUyMCUzRCUyMCU3QiUwQSUwOSUwOSdzY3JpcHRfdXJsJyUyMCUzQSUyMCdodHRwcyUzQSUyRiUyRm1hcmluZ2Fwb3N0LmNvbS5iciUyRmVtcHJlZ29zJTJGJTNGZW1iZWQlM0R3cF9qb2JfbWFuYWdlcl93aWRnZXQnJTJDJTBBJTA5JTA5J2tleXdvcmRzJyUyMCUyMCUyMCUzQSUyMCcnJTJDJTBBJTA5JTA5J2xvY2F0aW9uJyUyMCUyMCUyMCUzQSUyMCcnJTJDJTBBJTA5JTA5J2NhdGVnb3JpZXMnJTIwJTNBJTIwJyclMkMlMEElMDklMDknam9iX3R5cGVzJyUyMCUyMCUzQSUyMCcnJTJDJTBBJTA5JTA5J3Blcl9wYWdlJyUyMCUyMCUyMCUzQSUyMCc1JyUyQyUwQSUwOSUwOSdwYWdpbmF0aW9uJyUyMCUzQSUyMCcwJyUwQSUwOSU3RCUzQiUwQSUzQyUyRnNjcmlwdCUzRSUwQSUzQ3N0eWxlJTIwdHlwZSUzRCd0ZXh0JTJGY3NzJyUzRSUwQSUwOSUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldCUyMColMjAlN0IlMjBtYXJnaW4lM0EwJTIwJTNCJTIwcGFkZGluZyUzQSUyMDAlM0IlMjBmb250LXNpemUlM0ElMjAxZW0lM0IlMjBsaW5lLWhlaWdodCUzQSUyMDEuMjVlbSUzQiUyMCU3RCUwQSUwOSUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldCUyMCU3QiUyMGJvcmRlciUzQSUyMDFweCUyMHNvbGlkJTIwJTIzY2NjJTNCJTIwYm9yZGVyLWJvdHRvbS13aWR0aCUzQSUyMDNweCUzQiUyMHBhZGRpbmclM0ElMjAxZW0lM0IlMjAlN0QlMEElMDklMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtaGVhZGluZyUyMCU3QiUyMGZvbnQtd2VpZ2h0JTNBJTIwYm9sZCUzQiUyMGZvbnQtc2l6ZSUzQSUyMDEuMjVlbSUzQiUyMG1hcmdpbiUzQSUyMDAlM0IlMjBwYWRkaW5nJTNBJTIwMCUyMDAlMjAwLjhlbSUzQiUyMGJvcmRlci1ib3R0b20lM0ElMjAxcHglMjBzb2xpZCUyMCUyM2NjYyUzQiUyMCU3RCUwQSUwOSUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldCUyMHVsJTIwbGklMjAlN0IlMjBib3JkZXItYm90dG9tJTNBJTIwMXB4JTIwc29saWQlMjAlMjNlZWUlM0IlMjBkaXNwbGF5JTNBJTIwYmxvY2slM0IlMjAlN0QlMEElMDklMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQlMjB1bCUyMGxpJTIwYSUyQyUyMCUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldCUyMHVsJTIwbGkubm8tcmVzdWx0cyUyMCU3QiUyMHBhZGRpbmclM0ElMjAxZW0lMjAwJTNCJTIwbWFyZ2luJTNBJTIwMCUzQiUyMGRpc3BsYXklM0ElMjBibG9jayUzQiUyMHRleHQtZGVjb3JhdGlvbiUzQSUyMG5vbmUlM0IlMjAlN0QlMEElMDklMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQlMjB1bCUyMGxpJTIwYSUyMC5lbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtbGlzdGluZy10aXRsZSUyMCU3QiUyMGZvbnQtd2VpZ2h0JTNBJTIwYm9sZCUzQiUyMG1hcmdpbi1ib3R0b20lM0ElMjAuNWVtJTNCJTIwdGV4dC1kZWNvcmF0aW9uJTNBJTIwdW5kZXJsaW5lJTNCJTdEJTBBJTA5JTIzZW1iZWRkYWJsZS1qb2Itd2lkZ2V0JTIwdWwlMjBsaSUyMGElMjAuZW1iZWRkYWJsZS1qb2Itd2lkZ2V0LWxpc3RpbmctbWV0YSUyMCU3QiUyMHRleHQtZGVjb3JhdGlvbiUzQSUyMG5vbmUlM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMGJsYWNrJTdEJTBBJTA5JTIzZW1iZWRkYWJsZS1qb2Itd2lkZ2V0JTIwdWwlMjBsaSUzQWxhc3QtY2hpbGQlMjAlN0IlMjBib3JkZXItYm90dG9tJTNBJTIwMCUzQiUyMCU3RCUwQSUwOSUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldCUyMHVsJTIwbGklM0FsYXN0LWNoaWxkJTIwYSUyMCU3QiUyMHBhZGRpbmctYm90dG9tJTNBJTIwMCUzQiUyMCU3RCUwQSUyMCUyMCUyMCUyMCUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldC1mb290ZXIlMjAlN0IlMjBmb250LXdlaWdodCUzQSUyMGJvbGQlM0IlMjBmb250LXNpemUlM0ElMjAxLjI1ZW0lM0IlMjBtYXJnaW4lM0ElMjAwJTNCJTIwcGFkZGluZyUzQSUyMDAuOGVtJTIwMCUyMDAlN0QlMEElMjAlMjAlMjAlMjAlMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtZm9vdGVyJTIwYnV0dG9uJTIwJTdCJTIwbWFyZ2luJTNBJTIwNXB4JTNCJTIwcGFkZGluZyUzQSUyMDAuNWVtJTNCJTIwYmFja2dyb3VuZC1jb2xvciUzQSUyMCUyMzRkYjFlYyUzQiUyMGJvcmRlci1yYWRpdXMlM0ElMjA1MHB4JTNCJTIwYm9yZGVyJTNBJTIwMnB4JTIwc29saWQlMjAlMjNkZGQlN0QlMEElMjAlMjAlMjAlMjAlMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtZm9vdGVyJTIwYnV0dG9uJTIwJTNBaG92ZXIlMjAlN0Jjb2xvciUzQSUyMCUyMzljZDhkOCUzQiU3RCUwQSUyMCUyMCUyMCUyMCUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldC1mb290ZXIlMjBhJTIwJTdCJTIwZm9udC13ZWlnaHQlM0ElMjBib2xkJTNCJTIwZm9udC1zaXplJTNBJTIwMC43ZW0lM0IlMjBtYXJnaW4lM0ElMjA1cHglM0IlMjBjb2xvciUzQSUyMCUyM2ZmZmZmZiU3RCUwQSUwOSUyM2VtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldC1wYWdpbmF0aW9uJTIwJTdCJTIwb3ZlcmZsb3clM0ElMjBoaWRkZW4lM0IlMjBwYWRkaW5nJTNBJTIwMWVtJTIwMCUyMDAlM0IlMjBtYXJnaW4lM0ElMjAxZW0lMjAwJTIwMCUyMDAlM0IlMjBib3JkZXItdG9wJTNBJTIwMXB4JTIwc29saWQlMjAlMjNlZWUlM0IlMjAlN0QlMEElMDklMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtcGFnaW5hdGlvbiUyMC5lbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtbmV4dCUyMCU3QiUyMGZsb2F0JTNBJTIwcmlnaHQlM0IlMjAlN0QlMEElMDklMjNlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtcGFnaW5hdGlvbiUyMC5lbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtcHJldiUyMCU3QiUyMGZsb2F0JTNBJTIwbGVmdCUzQiUyMCU3RCUwQSUzQyUyRnN0eWxlJTNFJTBBJTNDc2NyaXB0JTIwdHlwZSUzRCd0ZXh0JTJGamF2YXNjcmlwdCclMjBzcmMlM0QnaHR0cHMlM0ElMkYlMkZtYXJpbmdhcG9zdC5jb20uYnIlMkZlbXByZWdvcyUyRndwLWNvbnRlbnQlMkZwbHVnaW5zJTJGd3Atam9iLW1hbmFnZXItZW1iZWRkYWJsZS1qb2Itd2lkZ2V0JTJGYXNzZXRzJTJGanMlMkZlbWJlZC5qcyclM0UlM0MlMkZzY3JpcHQlM0UlMEElM0NkaXYlMjBpZCUzRCUyMmVtYmVkZGFibGUtam9iLXdpZGdldCUyMiUzRSUwQSUwOSUzQ2RpdiUyMGlkJTNEJTIyZW1iZWRkYWJsZS1qb2Itd2lkZ2V0LWhlYWRpbmclMjIlM0UlQzMlOUFsdGltYXMlMjB2YWdhcyUyMGRlJTIwJTNDYSUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwcyUzQSUyRiUyRm1hcmluZ2Fwb3N0LmNvbS5iciUyRmVtcHJlZ29zJTJGJTIyJTNFRW1wcmVnb3MlM0MlMkZhJTNFJTNDJTJGZGl2JTNFJTBBJTA5JTNDZGl2JTIwaWQlM0QlMjJlbWJlZGRhYmxlLWpvYi13aWRnZXQtY29udGVudCUyMiUzRSUzQyUyRmRpdiUzRSUwQSUzQyUyRmRpdiUzRQ==[/vc_raw_html][/vc_column][/vc_row]