Morre aos 47 anos vítima de dengue hemorrágica a farmacêutica Giselle Chiuchetta

Faleceu nesta terça-feira, 12, em Maringá, a farmacêutica Giselle Itália Ruggeri Chiuchetta, de 47 anos. Ela era casada com o diácono da Catedral e um dos fundadores do grupo Cobra Coral de Maringá, Geandré Ramiro.

Giselle estava internada depois de sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral), em decorrência de dengue hemorrágica. Ela tinha um filho. De acordo com o sistema Prever, o velório acontece na Capela do Cemitério Parque e o corpo será cremado em horário ainda a ser confirmado.

Os nossos sentimentos aos amigos e familiares. Já durante a noite, a Arquidiocese de Maringá publicou a seguinte nota:

Com pesar, a Arquidiocese de Maringá comunica o falecimento de Giselle Itália Ruggeri Chiuchetta (47), esposa do diácono Marcus Geandré Nakano Ramiro, da paróquia Catedral Nossa Senhora da Glória. 

A morte cerebral foi confirmada às 20h20 desta terça-feira, 12 de abril. Ela estava internada depois de sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral), em decorrência de dengue hemorrágica.

Ainda não há informações sobre o velório.

Neste momento de dor, a Igreja se solidariza com os familiares e conclama o Povo de Deus a unir forças para combater o mosquito transmissor da dengue. A responsabilidade pela vida é de todos.

Com fé, rezemos: Dai-lhe, Senhor, o repouso eterno e brilhe para ela a Vossa luz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.