Em meio à pandemia, mulheres empreendedoras encontram fonte de renda no artesanato natalino

O empreendedorismo ganhou fôlego em meio à pandemia do novo coronavírus. Muitas pessoas perderam seus empregos com a crise da Covid-19 e precisaram encontrar uma fonte de renda alternativa, em alguns casos, baseada em seus talentos e hobbies.

Isso foi o que aconteceu com a Silvana, a Daniela e a Bárbara, que passaram a investir o tempo no artesanato natalino para sobreviver nesses períodos difíceis de 2020. Elas são integrantes da comunidade Clube da Alice, no Facebook, que reúne centena de histórias e mulheres empreendedoras com desejo de vencer por meio do talento pessoal.

Durante esse mês de dezembro de 2020, o Maringá Post, em parceria com o Clube da Alice, vai divulgar alguns dos produtos natalinos produzidos por mulheres participantes da comunidade Clube da Alice, no Facebook.

Conheça a Silvana, a Daniela e a Bárbara

Silvana Alves

Natal é sinônimo de família reunida à mesa e, para tornar esse momento ainda mais especial e caprichado, a artesã e empreendedora Silvana Alves, de 36 anos, produz itens para montar a mesa com todo o carinho.

Ela conta que, desde a infância, o artesanato sempre fez parte de sua vida: “cresci vendo minha mãe sentada à máquina fazendo suas costuras para complementar a renda familiar”.

No entanto, foi somente depois de adulta que ela percebeu que a atividade era sua paixão. Silvana descreve seu trabalho como uma realização, por oferecer para suas clientes a oportunidade de viver momentos únicos e gerar memórias com suas famílias, já que preparar a mesa para quem se ama é um gesto de amor e gentileza.

A empreendedora comenta que encontrou no Clube da Alice “o lugar perfeito para dividir e compartilhar essa minha paixão, pois reúne mulheres fortes que buscam todos os dias incentivar o trabalho uma das outras”.

A Silvana atende seus clientes pelo WhatsApp (44)9 9927-7091 e pelo Instagram @sillateliee.

Daniele Mendes

Após ser dispensada da empresa em que trabalhou por seis anos, Daniele viu na máquina de costura uma esperança e oportunidade.

Ela comprou a máquina meses antes, já com muita vontade de aprender a costurar, mas, com certeza, ainda não imaginava o que sua nova atividade ainda lhe proporcionaria.

Daniele comenta que começou a ter muitas ideias e, rapidamente, colocou-as em prática.

Peças para casa, acessórios, roupas para bebês e, em clima de fim de ano, ela se aventurou na produção de guirlandas. No entanto, a imaginação da empreendedora não parou por aí e ela começou a fazer guirlandas personalizadas, homenageando profissões.

A novidade tem sido um sucesso e Daniele garante que imaginação não faltará para os próximos projetos.

Os pedidos podem ser feitos pelo WhatsApp (44) 9 9882-6911.

Bárbara Valer

Papai Noel, presépios e até mesmo presentinhos natalinos. Tudo feito com a arte do amigurumi, objetos elaborados com um pouco de linha, agulhas e muito amor.

A empreendedora Bárbara Valer admite que cresceu no mundo do artesanato, inspirada  por sua mãe. Ela sempre foi a amiga que ajuda nas decorações das festas, que tem talentos manuais, e percebeu que seu talento poderia lhe abrir novas portas.

Por motivos de saúde e uma rotina agitada com exames e consultas, Bárbara precisou se afastar do trabalho formal e encontrou no artesanato uma oportunidade de renda.

A partir daí, surgiu a Bibi Fio a Fio, nome de seu empreendimento. “Há algumas semanas fui convidada para entrar no clube da Alice e tem sido uma experiência maravilhosa. Conheci muitas meninas, trabalhos incríveis e já conquistei clientes também”, comenta animada.

Os pedidos podem ser feitos pelo WhatsApp (44) 9 9990-2344 ou pela página no Facebook Bibi – Fio a Fio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *