Fintech de Maringá fecha patrocínio com o Sport Club do Recife. Empresa mira expansão no nordeste brasileiro

Por: - 22 de setembro de 2020
Camisa do Sport vai estampar a marca da Allo de Maringá/ Divulgação/Anderson Stevens/Sport Recife

O Grupo Allo, fintech de Maringá, que movimentou R$ 29 milhões em 2019 e tem meta de chegar a R$ 40 milhões em 2020, acaba de fechar um contrato de patrocínio com o Sport Club do Recife.

A parceria é parte de uma estratégia da fintech de Maringá para a expansão no nordeste brasileiro. A empresa atua no mercado financeiro desde 2017 e conta com as empresas Allo PagFácil, Allo Bank e com um sistema de licenças, que está sob a própria bandeira do Grupo. Em 2018, o volume total de pagamentos foi de R$ 1,9 milhão.

A fintech de Maringá tem um grupo de colaboradores enxuto, de apenas dez funcionários, mas tem a pretensão de dobrar o time nos próximos seis meses.

Com um crescimento de 360% nos dois primeiros anos, a Allo busca novos horizontes, mesmo em meio a pandemia.

Apesar de atuar contra gigantes do mercado financeiro, como Cielo, Getnet, Stone, entre outras, a fintech de Maringá se destaca devido à proposta de valor entregue de forma inovadora para os parceiros, que podem trabalhar com qualquer bandeira do grupo.

Segundo o CEO do Grupo Allo, Lincohn Júnior, “patrocinar um time como o Sport, que tem uma torcida tão engajada, é a oportunidade que estávamos esperando para mostrar a nossa marca para o nordeste. Estou muito feliz com essa parceria”, afirmou.

O patrocínio envolve a inclusão da logo da Allo na camisa do time, em redes sociais, site, entrevistas oficiais, coletivas de imprensa e muito mais.

O lançamento oficial da parceria vai ser nessa quarta-feira (23/9), quando o clube de Recife enfrenta, às 21h30, pela série A do campeonato brasileiro, o Corinthians.

O confronto é parte da 12ª rodada do Brasileirão e vai ser realizado na Ilha do Retiro, casa do Leão, como é conhecido o Sport.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.