Maringá ocupa 14ª posição no ranking nacional de exportações em maio

Em maio, Maringá ficou em 14º lugar no ranking nacional de exportações, segundo dados da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secint), levantados pelo Instituto Mercosul. São 22 posições à frente do registrado em abril, quando o município ocupou o 36º lugar. No Paraná, a cidade ocupou a segunda posição no mês passado, atrás apenas de Paranaguá.

Em Maringá, as exportações de maio somaram US$ 193,85 milhões. Em relação ao mesmo período de 2019, quando as exportações totalizaram US$ 207,62 milhões, houve queda de 6,63%. No acumulado dos cinco primeiros meses de 2020 as exportações somaram US$ 801,03 milhões.

Os principais produtos exportados foram soja (79%), carnes e miudezas comestíveis (6,4%), açúcares de cana ou de beterraba e sacarose quimicamente pura (5,3%), milho (4,2%) e tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja (2,1%).

Em relação aos compradores de produtos maringaenses, os cinco principais foram China (US$ 605 milhões, participação 76%), Paquistão (US$ 23,9 milhões, participação 3%), Irã (US$ 19,9 milhões, participação 2,5%), Japão (US$ 17,1 milhões, participação 2,1%) e Bangladesh (US$ 17,1 milhões, participação 2,1%).

Importações

No ranking de importações, Maringá ocupa a sétima posição no Paraná e 90ª no Brasil. Em maio, elas somaram US$ 30,41 milhões. Em comparação ao mesmo mês de 2019, com US$ 19,09 milhões, houve aumento de 59,3%. De janeiro a maio, as importações totalizaram US$ 149,78 milhões, aumento de 39,7% na comparação ao mesmo período do ano passado.

Os principais produtos importados foram díodos, transístores e dispositivos semelhantes com semicondutores (59%); transformadores elétricos, conversores elétricos estáticos, bobinas de reactância e de autoindução (13%); partes e acessórios destinados às máquinas e aparelhos das posições (1,7%), abrasivos naturais ou artificiais aplicados sobre matérias têxteis, papel, cartão ou outras matérias (1,5%) e máquinas e aparelhos para trabalhar borracha ou plástico (0,89%).

No período os cinco principais fornecedores de Maringá foram China (US$ 127 milhões, participação 85%), Alemanha (US$ 2,9 milhões, participação 1,9%), Argentina (US$ 2 milhões, participação 1,3%), Índia (US$ 1,91 milhão, participação 1,3%) e Itália (US$ 1,81 milhão, participação 1,2%).

A balança comercial de Maringá somou US$ 163,43 milhões em maio e, no acumulado de janeiro a maio, US$ 651,26 milhões.

Há mais de 15 anos o Instituto Mercosul atua na capacitação de empreendedores para o mercado internacional. Como forma de atender as empresas que querem iniciar exportações e/ou importações, a entidade oferece atendimento para direcioná-las sobre os primeiros passos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *