Empresários lançam movimento #juntospormaringa para minimizar impactos do isolamento

25 de março de 2020

O movimento #juntospormaringa é uma ação sem fins lucrativos para ajudar a promover o acesso a produtos e serviços com baixo impacto de contato à população e, ao mesmo tempo, colaborar na geração de receitas para os pequenos empresários locais.

O objetivo é que todos possam, unidos, minimizar os impactos trazidos pelo período de isolamento da população em razão do coronavírus.

A página do movimento #juntospormaringa no Instagram reúne e divulga informações sobre as empresas que estão aderindo ao movimento, bem como notícias e orientações de saúde para prestar assistência aos seguidores.

A iniciativa criada pela Bússola Eventos e a Cremonini, que atua projetos especiais de comunicação, têm o apoio da Prefeitura de Maringá, da Retur e Núcleo de Turismo, da ACIM, do Empreender, do SEBRAE e da Cooper.

A ideia é fomentar os negócios que estão abertos nesse período, mesmo com funcionamento reduzido, e promover ao consumidor valores mais acessíveis, por meio de promoções, já que as pessoas estão poupando mais recursos nesse momento.

A página também tem caráter assistencial, levando dicas de saúde mental e do que fazer durante o período de isolamento.

“Todos vamos sofrer com as consequências desse momento, mas queremos minimizar o impacto visando um retorno futuro mais rápido. Se a gente sofrer menos agora e ressurgir de uma forma mais rápida, todo mundo ganha”, diz Guilherme Oliveira, diretor de projetos da Bússola eventos e idealizador da campanha.

Usando a hashtag do movimento #juntospormaringa é possível indicar empresas que estão realizando boas práticas de entrega, com condições diferenciadas, e até mesmo buscar ajuda para quem está com algum tipo de problema devido à pandemia.

“Nossos parceiros formam uma rede de divulgação, fazendo publicações do projeto em suas próprias páginas, um ajudando o outro, para que possamos todos passar por essa crise fortalecidos. Temos que agir localmente para poder contribuir globalmente”.