Tecpar relança edital do Parque Tecnológico de Maringá. Foco em tecnologia, energias renováveis e agrotec

Por: - 16 de outubro de 2019
O presidente da Acim, Michel Felipe da Silva, assina lançamento do novo edital da Tecpar

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) anunciou nesta quarta (16/10) o relançamento do edital para empresas interessadas em se instalar no Parque Tecnológico de Maringá.

O anúncio foi feito na sede da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM) com a participação de representantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem).

Inicialmente, o edital pretende focar em empresas de base tecnológica, energias renováveis e agrotecnologia.

Posteriormente a ideia é ampliar o edital para área de saúde. As empresas interessadas podem se inscrever até 19 de dezembro e o pré-resultado sai em 17 de janeiro.

Para Jorge Callado, diretor-presidente do Tecpar, o edital precisou ser relançado por apresentar algumas desconformidades antes da chegada dele à presidência do Instituto Tecnológico.

“Um exemplo dessas incoerências é que não estava identificando as áreas que nossos futuros parceiros se enquadrariam. Nessa revisão nos colocamos que seriam nas áreas de agrotec e energias renováveis, ai relançamos o edital”, comenta Callado.

A respeito dos possíveis empregos gerados por meio do Tecpac, o diretor-presidente não arrisca uma média, contudo, espera que os empregos criados retenham talentos na cidade.

“Nos esperamos que as próprias empresas que vão se instalar no parque sejam geradoras de empregos de alto impacto em suas especificidades”, explica.

Segundo Jorge Calado, um dos critérios mais importantes para a construção do Parque em Maringá é o fato da cidade ser um polo universitário.

“As instituições de nível superior em Maringá são referências no país. Todas têm notas elevadas junto ao Ministério da Educação e isso significa uma formação completa. É o que precisamos, uma base cientifica e tecnológica respaldada por um bom capital intelectual.”

Para o presidente da ACIM, Michel Felippe, a vinda do Parque Tecnológico da Tecpar é uma vitória para a sociedade maringaense.

“A população vai se beneficiar com a vinda de empresas de grande potencial na área da tecnologia, com bom valor sendo pago de salário”, avalia.

Felippe ainda explica o trabalho na ACIM durante esse processo e já avista mais trabalho pra associação.

“Podemos dividir esse processo em duas etapas. Primeiro foi trabalhar junto com o Governo do Estado para lançar de fato o parque tecnológico. Agora, nessa segunda etapa, precisamos divulgar esse edital e tentar fomentar a vinda de mais empresas para nossa cidade”, diz.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.