Aplicativo que ajuda a reduzir o desperdício de alimentos, Ecofood chega a Maringá

Por: - 23 de julho de 2019
São cerca de 30 estabelecimentos cadastrados em Maringá / Reprodução Facebook

Nos estabelecimentos do ramo alimentício como restaurantes, padarias e docerias é comum que alguns alimentos não sejam consumidos e, na maioria das vezes, esses produtos são descartados. Pensando nisso, dois engenheiros civis resolveram criar o Ecofood, um aplicativo para comercializar por preços mais baixos os alimentos, em boas condições, que seriam descartados.

Lançado em Londrina em fevereiro desse ano, o Ecofood começou a funcionar em Maringá neste mês. São cerca de 30 estabelecimentos como padarias, restaurantes e docerias da cidade cadastrados. O lançamento oficial do aplicativo vai ocorrer no dia 7 de agosto em Maringá.

Disponível para Android e IOS, o Ecofood funciona como um mediador na relação entre estabelecimentos e consumidores. Os estabelecimentos cadastrados disponibilizam no aplicativo os vouchers dos alimentos que seriam descartados. Os consumidores compram os vouchers e vão até o local retirar o produto no horário marcado.

A ideia surgiu dos engenheiros civis, Rafael Moreno e Raphael Koyama, após perceberem o desperdício no restaurante e na petiscaria da família. “Imagine uma pessoa que fez um bolo artesanal ver aquilo na bancada, sem ninguém pegar. Ela perdeu parte do tempo dela e o alimento não serviu quem ia servir”, diz Koyama.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, no Brasil a fome afeta 14 milhões de pessoas, mas o país desperdiça 22 bilhões de calorias, o que seria necessário para satisfazer as necessidades nutricionais de 11 milhões de pessoas. Apenas em Londrina, a estimativa é que o aplicativo tenha recuperado mais de 10 mil refeições que poderiam ter sido jogadas no lixo.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.