Empresário vai investir R$ 15 milhões em fábrica de cerveja em Maringá. Perspectiva de criação de 43 empregos

Por: - 26 de maio de 2019
Projeção da fábrica que vai ser construída no Parque Cidade Industrial / Divulgação

A previsão é que até o final de 2019 seja concluída a fábrica de cerveja em Maringá. Com investimento de R$ 15 milhões, o projeto da Cervejaria Eden Beer prevê uma capacidade de produção de 1,5 milhão de litros por mês.

O empreendimento, segundo o empresário Erson Grasieri, vai criar 43 empregos diretos no processo de fabricação.

“A meta é que já no final deste ano a fábrica esteja atuando forte na produção de cervejas de puro malte, que vão desde a pilsen, weizenbier, munich, lager, stout e red ale até as categorias frutadas de vários sabores, que serão comercializadas em growlers ou barris de 20, 30 e 60 litros e em garrafas long neck de 330ml e, futuramente, em latas de 300ml”, afirma o empresário.

A construção da unidade foi iniciada em terreno de 20 mil m² no Parque Cidade Industrial Felizardo Meneguetti. A fundação foi concluída e as pilastras concretadas. A previsão é que a obra seja finalizada até setembro.

O projeto da fábrica, aprovado na Prefeitura de Maringá, prevê uma estrutura em arco, amplo vão central, com placas de energia solar e sistema de reaproveitamento da água de chuva para utilização na limpeza e nas áreas de jardinagem e paisagismo.

“A ampliação da nossa capacidade de produção e a disponibilidade de água em abundância vão possibilitar a fabricação de até 1,5 milhão de litros de cerveja por mês, para atender não só a demanda regional assim como boa parte do consumo nacional”, afirma.

Grasieri estima que além dos empregos diretos, o empreendimento crie cerca de mil vagas de empregos indiretos. “Atualmente dispomos de 38 distribuidoras que empregam, em média, 22 pessoas cada uma nas principais cidades do Paraná, Mato Grosso do Sul, oeste de São Paulo e do litoral catarinense”, pondera.

Em relação à Cidade Industrial, o diretor da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide), Miguel Fuentes Sala, explica até o final de junho vai ser publicado o edital de licitação para eletrificação nas etapas 1 e 4 do empreendimento.

A ação vai permitir a construção de novos empreendimentos no complexo a partir do segundo semestre de 2019. “Por conta da execução de procedimentos necessários para o funcionamento do Parque e intensificação do plano criado para atrair investidores, 253 empresas já adquiriram um ou mais lotes na área, algumas delas com sede em outros municípios do Paraná e até de outros estados”, diz Salas.

Segundo a prefeitura, a Cidade Industrial tem uma fabricante de máquinas industriais e equipamentos para saneamento básico e ambiental em funcionamento e há outras seis empresas em fase de construção. Tem uma empresa de confecção, uma transportadora, uma fábrica de gelo, uma de móveis planejados e uma distribuidora de produtos de papelaria, além da cervejaria.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.