Tem dívida com bancos? Procon de Maringá promove semana de conciliação para ajudar na renegociação, de 3 a 7 de dezembro

Por: - 3 de dezembro de 2018
Procon promove semana para renegociação com grandes bancos.

Esta primeira semana de dezembro pode ser decisiva para quem tem grandes dívidas com bancos. De 3 a 7 deste mês, das 8h às 16h30, o Procon de Maringá promove a 2ª Semana de Conciliação de Dívidas Bancárias. Será no auditório Hélio Moreira, no Paço Municipal, e exclusiva para negociação com bancos.

Para fazer as negociações, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú e Santander vão disponibilizar funcionários no evento. Para participar, os consumidores precisam ter cadastro no site consumidor.gov.br, plataforma por onde são feitas as resoluções de conflitos. Aqueles com dificuldade de acesso à internet serão auxiliados por servidores do Procon.

O fim de ano é um período marcado por fortes campanhas publicitárias que podem induzir os consumidores à gastos excessivos. O diretor do Procon, Felipe Martins, alerta para ter cuidado com as compras.

“Consumidores compram na época de ofertas produtos sem necessidade e acima de seu orçamento. Entram em dívida, realizam financiamentos, refinanciam e seguem em uma sequência de juros caótica”, ressalta.

As negociações serão feitas exclusivamente com os bancos. Dívidas com cooperativas de crédito e lojas de varejo não serão atendidos na Semana de Conciliação e devem ser solicitadas na sede do Procon, na Avenida Cerro Azul, 233 – Zona 02- Fone: 3293-8100.

No evento de 2017, o Procon atendeu mais de 1,3 mil consumidores. A média da renda mensal dos participantes era de R$ 1,5 mil e a maioria das dívidas estavam relacionadas ao cartão de crédito, seguidas de financiamentos e empréstimos.

Renegociar para comprar

De acordo com o Procon, no fim de ano muitos consumidores aproveitam para quitar dívidas para voltar a ter crédito no comércio. A época de festas e presentes costuma animar os lojistas, que abrem as portas em horários estendidos.

A corrida às lojas é acompanhada de promoções e ofertas para atrair a clientela. Em Maringá, os sorteios que devem ser realizados pelo comércio de rua e shoppings têm como prêmios carro, motos, viagens e smartphones.



Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Governo japonês faz doação de R$ 194 mil ao Wajunkai, asilo maringaense que ampara idosos japoneses

O Wajunkai abriga 38 idosos, a maioria descendentes de japoneses em situação de vulnerabilidade social e sem familiares.

Alvo de protestos na Flim de 2018, Márcia Tiburi diz que decidiu deixar o país quando esteve em Maringá

Houve uma grande mobilização nas redes sociais em Maringá quando Márcia Tiburi esteve na Flim de 2018.

Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Governo japonês faz doação de R$ 194 mil ao Wajunkai, asilo maringaense que ampara idosos japoneses

O Wajunkai abriga 38 idosos, a maioria descendentes de japoneses em situação de vulnerabilidade social e sem familiares.

Alvo de protestos na Flim de 2018, Márcia Tiburi diz que decidiu deixar o país quando esteve em Maringá

Houve uma grande mobilização nas redes sociais em Maringá quando Márcia Tiburi esteve na Flim de 2018.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS