Painel monolítico, casa de container, madeira de plástico reciclado e aplicativo para prestador de serviços são algumas novidades na 3ª Feimodic

Por: - 13 de setembro de 2018

De móveis com madeira de demolição a papel de parede da Alemanha, de aplicativo para contratar encanador a casa de containers, de lançamentos imobiliários a food trucks, tudo em um só lugar, precisamente no Pavilhão Azul do Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro.

É lá que está sendo realizada a 3ª Feira de Imóveis, Móveis, Decoração e Construção Civil (Feimodic), que começou na quarta-feira (12) e será encerrada neste domingo (16). São mais de sessenta expositores, entre os quais a J. Torres, que promete construir uma casa em até 90 dias.

O segredo do prazo aparentemente inacreditável está no material utilizado: containers de aço, revestidos com lã de vidro ou de pet, com acabamento em gesso. Angélica Torres explica que a casa, loja ou escritório chega no terreno pronta, bastando fazer as ligações hidráulicas e elétricas.

Já a Block, uma empresa de Brasília que está se instalando em Maringá, apresenta ao mercado local não só um novo produto para construção civil, como também uma tecnologia construtiva diferente. As obras são erguidas a partir de painéis monolíticos, feitos de isopor e malha de aço.

“É resistente?”. “Segura até tiro de .50”, responde bem humorada a morena que atende no estande da empresa que está construindo uma creche municipal na cidade. “Fica lá perto do Country Club”, acrescenta a moça. Um curso técnico para formação de mão de obra está sendo preparado.

Mais tradicional e com preços atrativos são os terrenos no Residencial Villagio das Águas, em Sarandi. “Lotes de 350 m² a 420 m² custam de R$ 185 mil a R$ 200 mil”, diz o corretor da ArqImóveis, Thiago Caris, que emenda: “O condomínio fechado é da Akila Empreendimentos, a mesma do Green Park”.

A Du Paula, que fica ali mesmo na Avenida Colombo, está com um estande na Feimodic para promover um produto que entrou no mix da loja recentemente, a madeira plástica, da In Brasil. Feita 100% com plástico reciclado, o material pode ser comercializado como móveis ou em blocos.

Os blocos, de tamanhos e formas variáveis, são preparados para pisos, decks, colunas, palanques, conexões e divisórias. O apelo comercial da fabricante é a sustentabilidade. Informa em seu folder, por exemplo, que toda a água utilizada no processo de fabricação é captada da chuva.

O CEO da Santa Ajuda, Raffael Benassi, também está com um estande na feira, para divulgar “o aplicativo que caiu do céu”. Explica que o app deverá ser lançado em cerca de 30 dias e servirá para os usuários contratar prestadores de serviços diversos, como pintor, pedreiro e eletricista.

O projeto, que até o lançamento pretende ter pelo menos 300 prestadores de serviços cadastrados, é de chegar a 2 mil em apenas um ano. Benassi diz que o objetivo é facilitar o acesso de quem precisa dos serviços e o profissional que o presta, oferecendo segurança e comodidade para ambos.

As novidades na Feimodic não param por aí. Tem lançamentos de colchões e edifícios residenciais, rastreadores de veículos, esquadrias, grameira, escritórios de arquitetura e engenharia e até uma agência de publicidade. Como a entrada é gratuita, o melhor é visitar e conversar.

SERVIÇO

  • O que: 3ª Feimodic – Feira de Imóveis, Móveis, Decoração e Construção Civil
  • Onde: Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro – Pavilhão Azul
  • Quando: Sexta-feira (14) – das 16h às 22h / Sábado (15), das 9h às 22h / Domingo (16), das 9h às 20h

Este conteúdo foi produzido em nome do anunciante 3ª Feimodic, como parte do Plano 6k de marketing de conteúdo oferecido pelo Maringá Post. Mais informações sobre o evento pelos telefones (44) 3024-2434, 99942-2409.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.