Sebrae vai selecionar dez equipes para a primeira edição do Startup Garage em Maringá. Ideia é fomentar empreendedorismo nas academias

Por: - 15 de agosto de 2018

O Startup Garage, programa do Sebrae/PR criado para estimular a criação de startups em instituições de ensino superior chegou a Maringá. A proposta é instigar uma visão empreendedora nos estudantes.

O programa será desenvolvido inicialmente na Unicesumar, onde durante três meses, em atividades semanais, a iniciativa atenderá dez equipes. Os participantes serão conduzidos em estratégias para ajudar a encurtar o caminho entre a ideia e o lançamento do produto.

Segundo o Sebrae/PR, é uma oportunidade para os jovens expandirem ideias e tenham acesso a um ambiente de aprendizagem de negócios.

O gerente regional do Sebrae/PR, Luiz Carlos da Silva, lembrou que nos Estados Unidos é comum o desenvolvimento de empresas no ambiente acadêmico.

“O Sebrae/PR atua em diferentes linhas, a educação empreendedora e o estímulo ao surgimento de startups são exemplos. Acreditamos que esta metodologia poderá formar novos profissionais de mercado e também cidadãos empreendedores”, afirmou.

Na avaliação do reitor da Unicesumar, Wilson de Matos Silva, a dedicação e a persistência são essenciais para que novas oportunidades se tornem em empresas sólidas. “Entendo que a moeda do presente é o conhecimento, sempre associado à inovação e persistência”, disse.

Em etapa de conclusão, e criado especificamente para o programa, o Laboratório de Startups, será um espaço exclusivo para o programa. Lá, os participantes passarão por workshops, mentorias e videoaulas.

As atividades serão conduzidas por consultores do Sebrae/PR e a coordenação do programa estará sob a tutela da professora da instituição e diretora do Unicesumar Empresarial, Fabiana Azevedo.

Até o final do mês os universitários da Unicesumar poderão formar equipes multidisciplinares de 2 a 4 pessoas e inscrever sua ideia de negócio que poderá ser desenvolvida nas atividades.

Logo depois terá início o processo de triagem, quando uma equipe de consultores e profissionais de mercado selecionarão as 10 equipes participantes.

O programa irá os preparar e conduzir até o mês de dezembro, quando quatro equipes terão a oportunidade de apresentar seus projetos para investidores e conquistar aporte de recursos financeiros.

 

Felipe Gerolommo, acadêmico do terceiro ano de Engenharia de Software da instituição já tem uma ideia de negócio e um grupo de amigos que pretende inscrever para participar do Startup Garage.

“No início do ano ao ter dificuldades em contratar um professor particular para aperfeiçoar meu desempenho nas aulas descobri que existia uma oportunidade de empreender. Tenho a ideia de criar uma plataforma que aproxime pais de alunos em idade escolar e estudantes universitários de professores. Estou animado com a oportunidade”, disse o estudante.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.