Grupo Sabin de Medicina Diagnóstica anuncia aquisição do Laboratório Santo Antônio, de Maringá. Negociação milionária foi fechada neste sábado

Por: - 11 de agosto de 2018

O Grupo Sabin de Medicina Diagnóstica, um dos maiores do setor no Brasil, e o tradicional  Laboratório Santo Antônio fecharam um acordo de fusão no final da manhã deste sábado (11/8), em reunião na cidade de Maringá. O negócio fechado acima da casa de sete dígitos envolve as 20 unidades do laboratório maringaense.

Os valores exatos envolvidos na aquisição não foram divulgados, mas o negócio é parte dos planos de investimento de R$ 300 milhões do Grupo Sabin para os próximos três anos.

Com a aquisição do Laboratório Santo Antônio, o Grupo Sabin reforça sua posição de mercado no Paraná. A presidente executiva do Sabin, Lídia Abdalla, ressaltou que a aquisição faz parte do plano estratégico de crescimento da empresa na região Sul.

“Temos previsão de investir no parque tecnológico, em treinamento e capacitação, além de novas unidades. Vamos a partir de agora estudar a cidade e a região para verificar onde poderemos abrir novas unidades e expandir a atuação do laboratório Santo Antônio do Grupo Sabin”, afirmou a presidente em entrevista ao Maringá Post.

O Grupo Sabin, fundado em 1984, é um dos maiores players de medicina diagnóstica do Brasil, com presença em 11 estados e no Distrito Federal e 4.400 colaboradores.

No Paraná, a atuação do grupo foi iniciada em 2016, com a aquisição de um laboratório em Londrina. “Maringá é parte do nosso planejamento estratégico. Iniciamos há seis meses as conversas sobre a possibilidade de parceria com o Laboratório Santo Antônio”, disse.

Em Maringá, os sócios do Santo Antônio, Dr. Luiz Roberto Bigão Giacomelli e Flávia Baptista Giacomelli, vão continuar como sócios do Grupo Sabin e permanecem na gestão das 20 unidades do laboratório na região.

“Vamos unir o Laboratório Santo Antônio a uma empresa que tem compromisso com a excelência de serviços de saúde e compartilha os mesmos valores que nortearam nossa história de 62 anos”, afirma Giacomelli.

A vantagem para os clientes de Maringá, segundo Giacomelli, é a integração com um grupo reconhecido pela inovação, pesquisa técnico-científica e atendimento humanizado.

“Vamos aumentar o portfólio de exames oferecidos nos próximos anos. Planejamos também implantar o Sistema Integrado de Gestão do Sabin que conta com programas de acreditação e certificações que chancelam a constante busca pela excelência”, afirma Lídia.

 

A presidente executiva afirmou que outra vantagem para a região e a redução dos prazos de liberação dos resultados aos médicos e pacientes. “Vamos trazer um diagnóstico mais rápido e com precisão”.

Saiba mais sobre os números do Grupo Sabin

  • Unidades: 235
  • Área de atuação: Mais de 20 cidades brasileiras (11 estados e DF)
  • Exames entregues por ano: 42 milhões
  • Clientes atendidos em 2017: 4,2 milhões
  • Serviços: portfólio com mais de 3,5 mil exames laboratoriais e de imagem, além do serviço de vacinas, que oferece mais de 20 tipos de imunizações, e do Sabin Prime, serviço de check-up executivo.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.