Sondagem da Fecomércio indica que tíquete médio de presente do Dia dos Namorados dos paranaenses será de R$ 128,25

Por: - 5 de junho de 2018
Imagem / dinneer.com

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se.

A partir de sondagem feita com 300 consumidores paranaenses, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR) está otimista com a possibilidade de ter o melhor Dia dos Namorados dos últimos três anos.

Os gastos dos apaixonados prometem ser maiores em 2018. O tíquete médio constatado na pesquisa é de R$ 128,25. Em 2017, o tíquete médio verificado na sondagem foi de R$ 121,25, menor do que em 2016, quando foi de R$ 123,50.

A pesquisa mostra que a maioria dos consumidores (43%) vai investir de R$ 50 a R$ 100 no presente. Na faixa dos que estão dispostos a gastar entre R$ 101 e R$ 150 estão 33% dos consumidores. Há, ainda, 16% de entrevistados que vão investir de R$ 151 a R$ 200, além de 8% de apaixonados que vão comprar presentes de R$ 300 ou mais.

O otimismo demostrado pela (Fecomércio-PR) vai além de um gasto médio maior. Segundo a pesquisa, 64,5% dos paranaenses irão às compras nesse Dia dos Namorados. Em 2017, eram 54,6% e, em 2016, 58%.

Vestuário e calçados em alta no Dia dos Namorados

O setor de vestuário e calçados é o preferido tanto para quem vai presentear, como para quem está ansioso para receber um presente no Dia dos Namorados. E a segunda opção mais citada pelos casais foram artigos de perfumaria.

Os entrevistados podiam dar mais de uma resposta e muitos também citaram como boas opções de presentes os jantares, viagens, flores e acessórios.

Apenas três entrevistados disseram que vão presentear os amados ou amadas com joias ou eletrônicos na terça-feira (12/6).

Entre os que disseram que não investirão nada na compra de presentes no Dia dos Namorados, a principal alegação é a falta de um relacionamento estável (43%). Outros 21% justificaram a ausência de presentes pela falta de condições financeiras.

Dentro da pesquisa também apareceram respostas como um acordo de nenhuma das partes comprar presentes, preços abusivos, entre outros.

Metodologia

A sondagem da Fecomércio PR ouviu 300 consumidores entre os dias 28/05 a 01/06/2018.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

RIGON

SALA 3

E AÍ, TÁ PRONTA?

MUNDO DOS NEGÓCIOS