Postos de Maringá estão com preços da gasolina alinhados em R$ 4,79. Variação no etanol chega a R$ 0,50 e no diesel comum a R$ 0,56

Por: - 5 de junho de 2018

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se.

Os postos de Maringá estão com os preços da gasolina alinhados. Pesquisa no aplicativo Menor Preço Nota Paraná, do governo estadual, com filtro para as últimas 12 horas, dos 30 postos que emitiram notas fiscais, 19 cobravam R$ 4,79 o litro. Nos 11 restantes, a variação era de R$ 4,75 a R$ 4,78. Ou seja, do maior para o menor preço, a diferença era de 4 centavos.

No caso do etanol e do óleo diesel, as variações são bem maiores. O etanol mais barato, a R$ 2,79, era encontrado em cinco postos: Auto Posto TG-1, Superall, Catuai Planalto, Catuai Marialva e Auto Posto Rocha Pombo. Os preços mais altos eram praticados por dois postos, Catedral e Lunda, que vendiam etanol a R$ 3,29. A diferença chega a 50 centavos.

Os preço do óleo diesel no início da tarde desta terça-feira (5/6), que motivou uma crise de abastecimento de combustíveis líquidos e gasosos no país com a paralisação dos caminhoneiros, chegavam a variar R$ 0,56 em Maringá. O melhor preço era do JCM Esperandio: R$ 3,03. Os preços mais próximos ao dele já saltavam para R$ 3,11 e R$ 3,13.

O litro de diesel mais caro custava R$ 3,59, no Auto Posto Pag-Menos, Maringá Ltda, Piu Bello e Corcovado. O Procon de Maringá, desde segunda-feira (4/6) está fiscalizando os postos de revenda, principalmente para certificar que o desconto de R$ 0,46 concedido para as distribuidoras está chegando às bombas dos consumidores.

Segundo release distribuído pela prefeitura nesta manhã, dos 17 postos fiscalizados, sete praticam o desconto de R$ 0,46, seis compraram das distribuidoras antes do dia 1, início da vigência do novo desconto, e com isso não repassaram o desconto, e quatro ofereciam desconto médio de R$ 0,20, que haviam sidos repassados também pelos distribuidores.

“Havendo comprovação que os postos não atendem as medidas do desconto de R$ 0,46 sem justificativa, os estabelecimentos podem ser multados de acordo com a gravidade da infração e porte da empresa, que pode chegar a R$ 3 milhões”, alerta a nota do Procon, que promete manter a fiscalização durante a semana.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

RIGON

SALA 3

ATIVA MENTE

E AÍ, TÁ PRONTA?

MUNDO DOS NEGÓCIOS