Apenas 12% das declarações de imposto de renda foram entregues em Maringá. Está com dúvidas? Instituições de ensino superior vão orientar contribuintes

Por: - 22 de março de 2018
Declaração pode ser feita no site da Receita Federal até 30 de abril (Imagem/Reprodução)

Apenas 12% das 93 mil declarações de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) esperadas pela Receita Federal, em Maringá, foram entregues até a quinta-feira (22/3). O prazo vai até a segunda-feira (30/4) e, pela avaliação inicial da Receita, mais da metade dos 81 mil contribuintes restantes só irão prestar contas com o leão bem perto do prazo final.

No IRPF de 2018, deverá declarar imposto o contribuinte que recebeu no exercício de 2017 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 ou que tenha recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte.

A declaração também é obrigatória para os contribuintes que tiveram posse ou propriedade de bens diretos, em 31 de dezembro de 2017, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

A declaração pode ser feita pelo computador, por meio do download do programa da declaração ou diretamente no site da Receita da Federal. Pelo smartphone, o contribuinte pode baixar o aplicativo Meu Imposto de Renda.

Segundo o analista tributário da Receita Federal de Maringá, Marcos Luchiancenkol, metade dos contribuintes vai entregar a declaração somente na última semana do prazo, como tem sido prática em anos anteriores.

“Deixar para última hora, desde que entregue dentro do prazo não é problema. Mas por prudência é bom entregar antes. Pode acontecer algum problema como o contribuinte perder o computador, os arquivos. E, se a pessoa tem tempo, ela consegue recompor e ir atrás”, afirmou.

De acordo com o analista, a orientação é que os contribuintes comecem a organizar os documentos necessários desde o início do ano, para não terem o risco de esquecer nada e caírem na malha fina.

“Abre uma pastinha ou envelope e todas aquelas informações a serem utilizadas no imposto, o contribuinte imprimi e guarda na pasta. Deste modo, fica fácil e, na hora da declaração, já vai estar tudo pronto.”

Instituições de ensino vão ajudar no imposto de renda

Durante os meses de março e abril, a Faculdade Santa Maria da Glória (SMG) e a Faculdade Cidade Verde (FCV) vão orientar gratuitamente os contribuintes no preenchimento e na entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Segundo o analista tributário da Receita Federal Marcos Luchiancenkol, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) também participará da iniciativa, mas ainda não definiu as datas de atendimento.

As instituições de ensino participantes têm dentro do campus o Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF). O projeto da Receita Federal, em parceria com alunos dos cursos de Ciências Contábeis e de Comércio Exterior, vai ofertar serviços fiscais aos contribuintes  hipossuficientes, microempresas, microempreendedores individuais e entidades sem fins lucrativos.

Para esclarecer as dúvidas dos contribuintes, a Receita Federal também criou no site o recurso chamado “Perguntão”, com as respostas das principais dúvidas apresentadas nos últimos anos.

Na sede da Receita em Maringá, o plantão fiscal para ajudar aos contribuintes ocorre todos os dias das 13h30 às 17h30.

Confira locais e horários de atendimento 

  • Faculdade Santa Maria da Glória (SMG) – Campus Catuaí, na saída para Campo Mourão rodovia PR 317, 298, atenderá nos dias 25, 26 e 27 de abril das 19h às 21h30.
  • Faculdade Santa Mária da Glória (SMG) – Campus Avenida São Paulo, 1.740, atenderá nos sábados 7, 14 e 27 de abril das 9h às 11h30. Nos dias 24, 25 e 27 de abril o atendimento no campus é das 19h às 21h30.
  • Faculdade Cidade Verde, Avenida Horácio Raccanello Filho, 5.990 vai ajudar os contribuintes nas terças e quintas, nos dias 3, 5, 10, 12, 17, 19, 24 e 26 de abril das 9h às 11h.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.