Lojas de departamentos, concessionárias de veículos e combustíveis puxam alta nas vendas de janeiro em Maringá. Há sinais de reação no comércio

Por: - 13 de março de 2018
Vendas do varejo em Maringá tiveram aumento de 3,23% em janeiro de 2017 em comparação a janeiro de 2017

Maringá Post via Whatsapp
As principais notícias do dia direto no seu whatsapp. Grátis e sem propaganda.

Há sinais de reação no comércio. Em janeiro de 2018, as vendas aumentaram 3,23% na comparação com o primeiro mês de 2017. É o que mostra pesquisa da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio). No Paraná, o crescimento no mesmo período foi de 3,51%.

Em Maringá, o crescimento foi puxado pelas lojas de departamentos (+45,23%), vendas de combustíveis (+32,91%) e pelo desempenho das concessionárias de veículos (+20,51%).

Mas nem todos os setores surfaram em resultados positivos. O varejo maringaense teve  queda nos setores de óticas e cine-foto-som (-24,88%), auto-peças (-23,86%), vestuário e tecidos (-6,7%), materiais de construção (-3,5%), livraria e papelaria (-3,04%) e farmácias (-1,4%).

Em meio às altas e baixas nas vendas, o mercado de trabalho no setor do comércio fechou praticamente estável em janeiro. Houve um saldo positivo de 88 vagas de emprego no comércio de Maringá, no mês de janeiro.

No Paraná, o principal resultado positivo foi o das concessionárias, que cresceram 24,96%, impulsionadas pelo aumento de 79,03% das vendas na região oeste. A alta expressiva é justificada pela retomada da concessão de crédito.

Venda de combustíveis só aumentou em Maringá

O destaque regional é o setor combustíveis, que teve um aumento de 32,91%. A região de Maringá foi única região do estado que não registrou queda. Em todo o estado, houve uma redução média de -7,46%. O desempenho negativo foi puxado pela região de Curitiba, com -19,86% nas vendas.

Em relação ao nível de emprego, segundo a pesquisa da Fecomércio, o desempenho na região de Maringá também foi o maior do Estado, com aumento de +19,02%.

O setor de lojas de departamentos, que registrou o melhor resultado na região de Maringá (+45,23%) também foi o maior do estado. Na média, o crescimento nas vendas das lojas de departamento no Paraná foi de +21,95%.

Setor de auto-peças com pior resultado do Paraná

Apesar do saldo positivo, o setor de auto-peças foi novamente responsável pela maior queda registrada na região de Maringá, de -23,86%. O número está bem abaixo da média estadual, de +2,34% de aumento.

Nos setores de óticas e cine-foto-som, onde houve queda na região de Maringá (-24,88%), os números ficaram próximos do contabilizado na região sudoeste (-24,5%). A região de Londrina foi a única do Paraná com aumento significativo nestes setores, com +18,12%.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

RIGON

SALA 3

ATIVA MENTE

E AÍ, TÁ PRONTA?

MUNDO DOS NEGÓCIOS