Avaliação sobre vendas de Natal melhora em Maringá na comparação com 2016. Consumidores parcelaram 62% das compras no cartão

Por: - 2 de janeiro de 2018
Show pirotécnico na abertura do Natal atraiu cerca de 40 mil pessoas ao centro de Maringá / Vivian Silva - Prefeitura de Maringá

Os comerciantes de Maringá terminaram 2017 mais satisfeitos do que em 2016. É o que mostra pesquisa de avaliação das vendas de Natal realizada pela Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim). Foram ouvidos 101 lojistas do centro (46%), bairros (42%) e shoppings (12%).

Para 14% dos comerciantes as vendas foram excelentes e 46% consideraram o período bom. Outros 30% consideraram regular e 10% ruim. Em 2016, a soma de avaliações excelentes ou boa foi de 51%, 30% avaliaram como regular e 19% consideraram ruim.

Na semana de Natal, 28% venderam mais que no mesmo período do ano anterior, 29% registraram igual faturamento, 37% venderam menos e 6% não tinham loja no ano passado ou não sabiam avaliar.

Entre os que faturaram mais que no Natal de 2016, 65% registraram aumento entre 6% e 30%. Para 29% dos comerciantes consultados, o melhor dia de vendas foi o sábado (23/12). Outros 26% afirmaram ter vendido mais na sexta-feira (22/12).

O horário estendido no mês de fevereiro divide os comerciantes. Enquanto 29% avaliaram como boas e 8% como excelentes as vendas nas semanas que o comércio funcionou até as 22 horas, 24% nem abriram à noite e 17% consideraram ruim o horário.

Maioria das vendas de Natal no cartão de crédito

O dinheiro de plástico fez sucesso nas vendas de Natal em Maringá, segundo a pesquisa da Acim. Os comerciantes consultados afirmaram que 62% dos pagamentos foram parcelados no cartão de crédito. Outros 18% pagaram à vista, com o cartão de débito.

As compras à vista, no cheque ou dinheiro, foram feitas por 13% dos consumidores, outros 6% optaram pelo crediário e 1% usaram o cheque pré-datado.

Segundo os lojistas, 50% das vendas variou de R$ 141 a R$ 500. Para 18% a média foi de R$ 171 a R$ 200. Os produtos mais vendidos, de acordo com a pesquisa, foram as confecções (66%), seguido de calçados (15%) e brinquedos e bicicletas (5% cada).

Sobre a decoração de Natal feita pela prefeitura no projeto “Maringá EnCantada”, 64% dos comerciantes avaliaram que os enfeites ajudaram nas vendas. E para 95% dos lojistas ouvidos, a decoração é importante para o turismo e para atrair consumidores de outras cidades.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.