Shopping Cidade investe R$ 25 milhões na ampliação de 1,3 mil m², que deve gerar mais de 300 empregos diretos e indiretos

Por: - 10 de novembro de 2017
Serão quatro salas de cinema. Também haverá opção 3D e poltronas de couro ecológico (Imagem/Reprodução)

Com um investimento previsto de R$ 25 milhões, a DCL Real Estate, empresa proprietária, pretende modernizar o Shopping Cidade Maringá, oferecendo novas opções de lojas e ampliação da praça de alimentação e espaço de entretenimento, como a reativação do cinema. A previsão de conclusão das obras é para maio de 2018, segundo a assessoria de imprensa.

Essa é a primeira grande reforma desde 2005 e ampliará em 1.338 m² a área total, com maior número de lojas e mais lugares na praça de alimentação. Entre as novidades já confirmadas, estão lojas da Tim, Vivo e Hering.

O estacionamento, motivo de reclamação de consumidores, está sendo reformado e o administrador já foi trocado. Sendo o mais amplo e coberto entre os shoppings de Maringá, a expectativa é que dê mais comodidade aos clientes.

Geração de empregos com mais lojas

Hoje, são três lojas âncoras: BIG, Americanas e Studio Z. A proposta é que seja aberta uma nova loja âncora do setor de vestuário, de reconhecimento nacional. Serão 30 lojas a mais, num novo corredor em que a obra já está em andamento e deverá ser concluída até o fim de novembro, de acordo com a diretora executiva da DCL, Paola Noguchi.

“Só com as novas lojas deverão ser gerados mais de 300 empregos diretos e indiretos”, diz Paola.

Analista de Recursos Humanos do Shopping Cidade, Fabiana Alves, informou que a seleção de pessoal para as vagas nas novas lojas e nas que já estão abertas já começou. Para se inscrever, o currículo pode ser enviado pelo site ou entregue diretamente na recepção. Setores de limpeza e vendas são os de maior demanda.

A empresa responsável pelas obras é a Expansão Construtora  e novos grupos de trabalho estão sendo contratados. Segundo informações do setor de Recursos Humanos, já foram feitas mais de 30 contratações até a o fim de outubro.

Para vagas relacionadas à construção, a Expansão recebe currículos pelo próprio site e também na sede da empresa, na Avenida Herval, 150. De acordo com as necessidades da obra, serão chamados novos candidatos, em especial para o período noturno.

Quem está procurando emprego ou está oferecendo vagas, também pode se cadastrar na seção de Empregos do Maringá Post, uma plataforma gratuita e integrada ao Facebook.

Mais espaço paras as famílias da região

A praça de alimentação começará a ser ampliada no início de 2018, com oito novas opções, incluindo dois restaurantes. O novo espaço será uma área anexa da praça atual, na parte externa, contemplando lazer e alimentação, definido por Paola como um “boulevard capaz de receber toda a família”.

O cinema ainda não está formalizado com a rede que assumirá a operação, mas “as negociações estão avançadas e deve ser divulgado ainda no começo do ano que vem”. As obras serão feitas de acordo com as características próprias da marca que assumir.

Também será construída uma praça de eventos, definida como uma área capaz de suprir uma necessidade para eventos itinerantes, temáticos, exposições e apresentações musicais que se adequem a política cultural e artística do shopping, de aproximação com a comunidade.

“O shopping quer entregar um espaço para toda a família. Enquanto o pai toma um chope, a mãe pode andar pelas lojas, as crianças pelos videogames e assim teremos uma diversificação”, diz Paola Noguchi.

Shopping vai assumir papel de protagonista

Em 1992 o espaço era uma unidade do Mercadorama, que começou a receber algumas lojas anexas. Apenas em 2003, o crescimento das lojas e do movimento levou à criação do Shopping Cidade Maringá, que ainda compartilhava espaço com o BIG, outro supermercado.

Para mudar essa associação, toda a fachada será reformada, com nova identidade visual. A renovação da marca também faz parte do processo de reformulação, para aproximar os clientes e destacar o perfil cultural do estabelecimento, além do aspecto comercial.

“A transformação de um supermercado em um shopping, de forma gradativa, faz com que as pessoas, muitas vezes, associem o espaço ao BIG e não a um shopping. Queremos que o shopping seja o protagonista”, observa Paola.

Segundo a DCL, com o investimento e reformulação, o Shopping Cidade passará a atender as novas exigências do setor e acompanhar o desenvolvimento e a demanda dos clientes de Maringá e região.

Nos últimos 10 anos, o Shopping Cidade perdeu espaço para locais mais modernos, como o Catuaí Shopping. Apesar disso, a direção não vê como uma concorrência direta. “São públicos diferentes e o crescimento de Maringá oferece uma oportunidade para todos, sejam empreendimentos, lojistas, empregos ou consumidores”, conclui Paola Noguchi.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.