Constelação Empresarial: o que é?

Conheça a “Constelação Empresarial”, método baseado na filosofia do psicoterapeuta de Bert Hellinger.
Imagem: Freepik / Foto criada por @rawpixel.com

Quando o passado é respeitado como é e como foi, sem que ele venha a ser engrandecido ou diminuído, então o passado servirá ao futuro de bom grado – Bert Hellinger.

Anton “Suitbert” Hellinger, conhecido simplesmente como Bert Hellinger, foi um dos propagadores das Constelações Familiares. Hellinger pesquisou e aprofundou seus estudos e iniciou pequenos grupos de Constelação Familiar. Em 1992, em Garmisch-Paterkirchen, mais de 300 pessoas mostraram interesse nesta abordagem, e a partir desse momento, ele passou a trabalhar com grupos maiores e com constelação familiar.

Em 2008, foi condecorado Doutor Honoris Causis em Medicina Integrativa, recebendo um prêmio no mesmo ano em Nova Iorque pela sua contribuição através dos conhecimentos da Constelação Familiar.

Bert Hellinger escreveu e publicou mais de 108 livros, já tendo sido traduzido para 38 línguas. Lançou seu último livro, uma autobiografia, em 2018 na Alemanha.

A Constelação Empresarial é um método baseado na filosofia do psicoterapeuta de Bert Hellinger, que desde 1980 estuda famílias e organizações para entender e auxiliar o sistema que as compõem.

Essa ferramenta auxilia empresários, CEOs e líderes, a compreender onde e como o ambiente que estão inseridos reflete em suas ações e decisões, assim é possível investigar e buscar soluções para todo tipo de conflito relacionado ao universo corporativo/profissional.

O principal objetivo da Constelação Empresarial é identificar possíveis falhas dentro da relação empresarial, para que o crescimento da organização seja sempre constante, evitando que o desenvolvimento do negócio seja afetado, muitas vezes, por questões que parecem não influenciar em nada.

O que podemos obter de uma constelação organizacional?

Abaixo, um esboço das possibilidades:

  • Constelações organizacionais podem ser úteis no esclarecimento da pergunta: “O que está acontecendo aqui nessa organização, nesse sistema?”

Ou seja, é um instrumento de diagnóstico.

  • Constelações organizacionais podem também ajudar como um instrumento de prognóstico. Nesse sentido, diferentes possibilidades ou desenvolvimento alternativos são testados na organização.

Em qualquer lugar que exista relações interpessoais com uma finalidade em comum, seja nas famílias, nas organizações empresariais etc. estaremos diante de um sistema. Na sua empresa é a mesma lógica, as pessoas funcionam como representantes na constelação de um sistema. Elas tomam suas posições e nessa posição reina um sistema dinâmico que, acima de tudo, traz também junto de si a dinâmica pessoal.

Imagine que todos os seus colaboradores, o fundador da empresa, todas as pessoas que fazem parte da sua empresa estão conectados com um fio. Muitas vezes esses fios, as conexões, estão colapsados ou emaranhados e é preciso desfazer esses nós para seguir prosperando. É a partir da análise dessas dinâmicas – dos fios – que conseguimos diagnosticar o que a pessoa ou representante da empresa que é constelado deseja saber.

O facilitador da constelação, ou seja, o constelador, faz com que seja possível trazer à luz algo verdadeiro a respeito do sistema que não pode ser observado ou que está sendo ignorado.

Nós realizamos a Constelação Empresarial e, a partir dela, conseguimos enxergar a empresa como um todo, entendendo em quais pontos melhorias podem ser feitas para o crescimento linear e constante da sua empresa.

Bert Hellinger afirmava que “a maioria das vezes você não precisa de um novo caminho, você precisa de uma nova forma de caminhar”, é isso que a Constelação Empresarial proporciona: uma nova forma de caminhar para empresas e para profissionais que desejam ter sucesso efetivo em sua caminhada, além de autoconhecimento, autoestima e amor próprio.

Já imaginou levar essa transformação para a sua organização?

Escrito por J. Rodolfo Grou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.