Cobra é vista pelas ruas da Zona 7 de Maringá. Bombeiros resgataram

Por: - 4 de abril de 2019

O Corpo de Bombeiros foi chamado na noite desta quarta-feira (3/4) na Zona 7, após uma cobra ser vista pelas ruas do bairro. O homem que acionou o socorro chegou a dizer que quase tropeçou na cobra.

Um biólogo chamado pelo Corpo de Bombeiros para avaliar o animal chegou a dizer que se tratava de uma Piton Albina, uma espécie rara de serpente.

A suspeita é que a cobra tenha escapado de algum criador que mora no bairro. A cobra não teria chip, o que induz que a criação era ilegal, sem cadastro junto a autoridades.

Com cerca de 2 metros, a cobra estaria desidratada e teria escapado do criador ou ter sido  abandonada há mais de um dia. Foi o que avaliou o biólogo chamado pelos bombeiros.

Após ser capturada e da verificação de que não se tratava de um animal perigoso para os humanos, várias pessoas, entre soldados do Corpo de Bombeiros e curiosos aproveitaram para tirar fotos com a cobra.

Apesar de não ser perigosa, por não ser venenosa, a serpente Piton oferece risco para as crianças, pois possui muita força e o aperto pode ser fatal.

Normalmente, a serpente alimenta-se de ratos, coelhos, aves e mamíferos de pequeno porte. A criação depende da autorização do Ibama.

Piton não é venenosa, mas um aperto pode ser fatal / Valéria Berti

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.