Povo judeu comemora Chanuká neste domingo

Por: - 2 de dezembro de 2018

O leitor Alexandre Israel mandou mensagem ao Maringá Post para informar que neste domingo (2/12) o povo judeu comemora o Chanuká. Ele explicou que na chamada “Festa das Luzes”, lares e sinagogas do mundo todo acendem, durante oito dias, as velas/luzes do candelabro de nove braços.

Veja abaixo as explicações de Alexandre Israel sobre o Chanuká e as comemorações deste domingo (2/12).

O Chanuká (“inauguração” e/ou ”dedicação”, em hebraico) celebra a preservação do povo judeu, a perseverança frente a obstáculos e a liberdade de exercer seus costumes culturais. As festividades começam sempre no pôr-do-sol do 24º dia do mês judaico de Kislev (em 2018, a data cai em 02 de dezembro do calendário gregoriano).

Em 165 a.C., os Macabeus (um grupo de judeus) conseguiram libertar a cidade de Jerusalém do domínio dos gregos-sírios (selêucidas) e recuperaram o Templo, retomando os serviços religiosos. Parte central do serviço diário do Templo era o acender as chamas da Menorá (o tradicional candelabro judaico do Templo). Porém, só havia azeite para mantê-la acesa por um dia. Mesmo assim ela foi acesa e, de forma inexplicável, as chamas permaneceram por oito dias (tempo suficiente para produzir mais azeite).

Durante oito dias, lares judaicos e sinagogas do mundo inteiro acendem, diariamente, as velas/luzes do candelabro de nove braços (chamado de Chanukiá). O momento, que ocorre à noite, reúne todas as famílias. Os judeus se consideram parte de uma comunidade global com laços estreitos com outros judeus. Grande parte da fé judaica é baseada nos ensinamentos recebidos no lar e nas atividades em família (fundamentado no LeDor VaDor – “de geração em geração”).

Como o milagre de Chanuká envolveu azeite, é costume comer frituras e doces como, por exemplo, os Sufganiot (sonhos) recheados de goiabada ou doce de leite e os Latkes (bolinhos de batata doce ralada). As crianças também brincam com o Dreidel, um pião de quatro lados que contém as letras iniciais de cada termo da frase hebraica Gimel Nun Hei Shin (“grande milagre aconteceu lá”). Joga-se o Dreidel e apostam-se balas de mel e moedas de chocolate em qual letra irá cair.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.