Veja pontos com risco de nevoeiros nas estradas da região

Por: - 24 de agosto de 2018

Em áreas de baixada, pontos de maior altitude e proximidades de rios e lagos aumenta a incidência de nevoeiros durante o inverno.

A incidência é mais comum durante a manhã. De acordo com o meteorologista do Simepar, Paulo Barbieri, em casos de nevoeiros a visibilidade fica restrita a, no máximo, um quilômetro.

“As condições mais favoráveis para a formação desse fenômeno climático são ventos fracos, baixas temperaturas e solo úmido”, explicou.

“Nevoeiro é a condensação do estado de vapor ao líquido. É mais comum próximo a lagos e rios porque a água demora bastante tempo para perder temperatura adquirida durante o dia. O contato com a massa de ar frio provoca isso”.

Nos pontos de pouca visibilidade os riscos de acidentes aumentam. Nesse caso os usuários devem reduzir a velocidade, manter distância em relação ao veículo da frente, trafegar com luz baixa e acionar o sistema de ventilação do carro ou caminhão.

“Além disso, é importante não parar o carro acostamento ou pista de rolamento, não ligar o pisca alerta com o automóvel em movimento, usar a pintura da faixa como referência e nunca realizar ultrapassagem em segmentos de pouca visibilidade”, orienta o supervisor do Centro de Controle e Operações (CCO) da Viapar, Ronaldo Parpinelli.

Pontos com risco de nevoeiros nas estradas da região

  • BR-369 – entre os quilômetros 191 e 195 (Arapongas)
  • PR-444 – entre os quilômetros 33 e 39 (Mandaguari)
  • PR-444 – entre os quilômetros 1 e 6 (Arapongas)
  • BR-376 – entre os quilômetros 102 ao 107 / 117 ao 124 / 147 ao 149 (Paranavaí à Maringá)

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.