Promotoria aciona vereadora que usou atestado médico falso para ir ao Rock in Rio

Por: - 8 de junho de 2018

O uso de atestado médico falso para faltar ao expediente na Câmara Legislativa de Foz do Iguaçu, Oeste paranaense, levou o Ministério Público do Paraná a apresentar ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra uma vereadora da cidade.

Por meio da 6ª Promotoria de Justiça da comarca, o Ministério Público ainda propôs denúncia criminal por peculato, falsificação de documento particular e uso de documento falso. As duas medidas judiciais foram ajuizadas nesta sexta-feira (8/6).

O Ministério Público relata nas ações que a vereadora teria apresentado atestado médico para não comparecer à sessão na Casa Legislativa em 21 de setembro do ano passado, supostamente por apresentar uma contusão no joelho.

Foi verificado, porém, que no dia seguinte, a parlamentar esteve no festival Rock in Rio, no Rio de Janeiro. A própria vereadora postou fotos no evento em uma rede social.

A ação por improbidade pode levar a sanções como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e multa, entre outras. Uma eventual condenação na esfera criminal pode implicar em reclusão e multa.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.