Ex-vereadores de Doutor Camargo são condenados por uso irregular de diárias

4 de maio de 2018

O juiz da 3ª Vara Criminal de Maringá, Joaquim Pereira Alves, condenou quatro ex-vereadores de Doutor Camargo por peculato.

O desvio de recursos se deu com o uso irregular de diárias entre janeiro de 1999 e dezembro de 2000.

A apuração inicial partiu da Câmara Municipal, que instaurou Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em junho de 2003.

A denúncia do Ministério Público foi protocolada em 2004 e, agora, os quatro ex-vereadores foram condenados em primeira instância.

Antônio Requena e Joaquim Vitor Silva foram condenados a cumprir pena em regime aberto. Eles deverão prestar serviços à comunidade e terão de cumprir com prestação pecuniária a ser avaliada em audiência.

Júlio Maria Figueiredo e Wagner Alan Nocchi foram condenados a cinco anos e vinte dias de reclusão em regime semiaberto.

Como a decisão é de primeira instância, os quatro condenados poderão recorrer ao Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.