Maringá completa 73 anos com agenda de eventos organizada pela internet. Saiba mais sobre as comemorações

Por: - 7 de maio de 2020
Maringá comemora 73 anos em meio ao período de isolamento do novo coronavírus / Foto: PMM

A pandemia mundial provocada pelo novo coronavírus mudou a rotina de todos. Quem faz aniversário durante o isolamento social teve que buscar novos jeitos de comemorar a data. Durante o crise que atinge o pais, Maringá completa 73 anos no domingo (10/5). Conhecida como “Cidade Canção”, a Prefeitura de Maringá preparou uma série de eventos musicais que serão transmitidos pela internet.

Sem apresentações públicas e nem aglomeração de pessoas, a ideia é de que todos possam acompanhar de casa as comemorações do aniversário da cidade. “O momento é de prevenção contra coronavírus e não podemos reunir pessoas em eventos abertos”, justificou diretor de Cultura, Paulinho Schoffen.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

Além do aspecto artístico musical, outro foco das apresentações de comemoração de 73 anos de Maringá será homenagear os profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus. A homenagem musical será postada no sábado (9/5) nas redes sociais da prefeitura .

Interpretando uma das obras-primas de Joubert de Carvalho, “Maringá”, servidores, artistas e convidados darão vida a obra que fez Maringá ser conhecida como “Cidade Canção”.

A história narrada pela canção é sobre uma família de retirantes, fugindo da seca do sertão do nordeste. Reunindo os poucos pertences, a família resolve migrar rumo ao sul do país. Em um caminhão pau de arara, um jovem casal de namorados se despedem, era Maria do Ingá e Rui Carneiro.

Na fusão das palavras de Maria mais Ingá, surgiu Maringá, dando origem a tradicional estrofe “Maringá, Maringá, Depois que tu partiste, Tudo aqui ficou tão triste”.

Mais dois eventos estão programados para o domingo (10/5), data oficial do aniversário da cidade. Às 19 horas, os moradores são convidados a bater “palmas nas janelas” pelo aniversário da cidade. Veja abaixo o vídeo com o convite da Prefeitura de Maringá.

“A ideia é semelhante às homenagens feitas Brasil afora aos profissionais da saúde. Vamos marcar um horário para que todos sigam até as janelas e batam palmas em homenagem ao aniversário de Maringá”, explica a assessória de comunicação da Prefeitura.

A programação de aniversário da cidade acaba com uma live da cantora e compositora Patrícia Borges. Com classificação livre, a cantora apresenta “O som contra o silêncio: Mulheres Compositoras na MPB”.

Não se limitando apenas com o papel de intérprete da mulher na MPB (Música Popular Brasileira), o show convida aos participantes uma reflexão acerca da desvalorização das compositoras, ou letristas da MPB.

Com repertório formado por canções escritas por mulheres que se lançaram como compositoras até 2000, Patrícia Borges canta sobre questões pensadas pela ótica feminina.

Além da programação cultural montada pela prefeitura, projetos como Maringá Histórica também fazem homenagem em comemoração aos 73 anos de Maringá. Como não se pode sair de casa para eventos físicos, a ideia desse ano foi uma série de vídeos com pioneiros pouco resgatados na histórica local.

“A ideia nasceu como uma forma de resgatar a história da cidade sobre o ângulo de quem passou por desafios e diversos outras histórias como pioneiro da cidade”, explica o idealizador do Maringá Histórica, Miguel Fernando.

Os vídeos começaram a ser postados no começo de maio e seguem até sexta-feira (15/5). Ao todo, serão 15 pioneiros e pioneiras que dividem histórias na página do Maringá Histórica.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.