Documentário sobre o Cine Horizonte tem estreia marcada para sexta no Auditório Hélio Moreira

Por: - 6 de novembro de 2019
Fachada do Cine Horizonte na Vila Operária / maringahistorica.com.br

Nesta sexta-feira (8/11) tem a estreia do documentário curta-metragem sobre o Cine Horizonte. Vai ser no Auditório Hélio Moreira, onde são previstas duas exibições.

O filme foi produzido pela produtora maringaense Publik Cine Vídeo, que foi contemplada pelo prêmio Aniceto Matti 2018 da Prefeitura Municipal de Maringá.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

O documentário mostra relatos de experiências vividas por antigos frequentadores e ex-funcionários do Cine Horizonte, que funcionou até a década de 1990 na Vila Operária.

Para uma cidade do interior do Paraná, o cinema de rua era o programa em si. Como em um grande evento, as pessoas se preparavam, se organizavam, iam acompanhadas e desfrutavam de momentos de socialização e entretenimento que iam além do filme em cartaz.

O Cine Horizonte teve um papel fundamental na história artística e de entretenimento na vida dos maringaenses e foi um dos últimos cinemas de rua a fechar as portas na cidade..

A estreia do documentário vai ser na sexta-feira (8/11) às 20 horas no Auditório Hélio Moreira. Uma segunda sessão vai ser realizada a partir das 21 horas.

Também há três sessões programadas para a segunda-feira (11/11) às 20 horas, 20h40 e 21h20 no mesmo auditório.

Ficha técnica:

  • Diretor geral: Luiz Renato Diniz Ferreira
  • Diretora de cena: Thayse Fernandes
  • Roteiro e direção de arte: Celina Becker
  • Diretor de fotografia: Anderson Craveiro
  • Produção Executiva: Satilla Castro

Sinopse:

Um dos cinemas de rua mais queridos de Maringá, o saudoso “Cine Horizonte”, deixou sua marca no coração de várias gerações de maringaenses. O documentário curta-metragem Cine Horizonte realiza resgate histórico através de entrevistas com pessoas que trabalharam no cinema, frequentadores assíduos, bem como moradores e comerciantes da Vila Operária na época.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.