Festa das Nações de Maringá chega à 36ª edição em 2019. Veja opções para saborear e ajudar

Por: - 3 de outubro de 2019
Festa das Nações/ divulgação 2017

A tradicional Festa das Nações de Maringá começa nesta sexta-feira (4/10) e segue até o domingo (13/10) Centro de Convivência Comunitária Deputado Renato Celidônio, a Praça da Prefeitura. A festa, que chega a 36ª edição em 2019, é de grande importância para as entidades participantes. Os recursos arrecadados são revertidos totalmente às entidades e ajuda na manutenção das atividades sociais.

“O que é gasto nas barracas ajuda as instituições a manter projetos de enorme importância no contexto da vulnerabilidade social.” reforça a gerente de apoio a entidades da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc), Odete Silva. Segundo a Prefeitura de Maringá, a Festa das Nações movimentou R$ 690 mil em 2018. A meta para 2019 é aumentar o valor.

O secretário executivo da Associação Mães Especiais Sol da Manhã (AME), João de Castro Melo, destaca o bem que o dinheiro da festa proporciona à instituição. Há 16 anos a entidade atende pessoas com deficiência e famílias em estado de vulnerabilidade social. “Temos um projeto de equoterapia e de artesanato e isso custa dinheiro. Os recursos da festa ajudam a comprar materiais e a bancarmos os profissionais.”

Projeto de equoterapia mantido pela AME/ reprodução Facebook

Este ano é a terceira vez que a AME participa da Festa das Nações. Responsável pela Barraca Maringaense, a associação esbanja variedade no cardápio e ainda faz um convite para tomar um chope gelado.

“Vamos servir coxinha de carne e de frango, frango a passarinho, porco no tacho, costela assada, moela, caldo de mandioca e outras comidas de boteco, além de chope”, conta. Todas as porções oferecidas pela AME servem duas pessoas e custam R$ 40,00 cada.

Responsável pela Barraca do Pastelão Italiano, a Associação Maringá Apoiando a Recuperação de Vidas (Marev), recebe durante todos os dias da festa a ajuda de 50 voluntários. “Um corta cebola, outro pica tomate, ai já tem outro lavando a louça, fazendo atendimento do cliente e por ai vai”, relata o gerente administrativo da entidade, Romeu Lopes Filho.

A barraca do pastelão tem uma das maiores filas da feira. Para não ficar esperando muito tempo, uma saída é garantir a compra antecipada. Para conseguir comprar a ficha antes de ir ao evento, basta entrar em contato com o Lions Club Maringá Cidade Canção.

O pastelão italiano custa R$ 17,00 e o Romeu Lopes Filho revela como é a receita. “É uma massa especial feita na hora. O pastel também é frito momentos antes de servir e dentro vai recheado com muito queijo, tomate, cebola, salsinha e cebolinha.”

Bacalhau é uma receita de origem portuguesa
Bacalhau também é um dos pratos servidos na Festa das Nações de Maringá / Aldemir de Moraes

Veja as entidades e opções de cardápio

  • Anpacin – Associação Norte Paranaense de Áudio Comunicação Infantil/Barraca portuguesa – servindo bacalhau;
  • Marev – Associação Maringá Apoiando a Recuperação de Vidas/ Pastel Italiano;
  • Centro Cultural São Francisco Xavier/Barraca Chinesa – servindo comida Chinesa;
  • AMA Associação Maringaense dos Autistas/Barraca Árabe – servindo comida Árabe;
  • Casa Assistencial Bezerra de Menezes/Barraca inglesa – servindo batata recheada;
  • Fundação Isis Bruder com a Barraca do Bem – servindo Hambúrguer;
  • Lar Escola Bom Samaritano/Barraca alemã – servindo eisbein com chucrute;
  • Provopar – Servindo pastel;
  • Centro Social Maria Tílio, mantenedor do Roupeiro Santa Rita de Cássia/ Barraca Baiana – servindo acarajé, doces e a venda também de flores;
  • Recanto Espírita Somos Todos Irmãos/Barraca mineira – servindo comida mineira;
  • S.O.S – Serviço de Obras Sociais/Barraca carioca – servindo piapara na grelha;
  • Centro de Convivência João Paulo II Associação Cultural e Beneficente Água
  • Viva/Barraca Amazonense – servindo açaí e cachorro quente;
  • Wajunkai/Barraca japonesa – servindo comida japonesa;
  • Sistema de Apoio a Saúde São Rafael/Barraca catarinense – servindo sorvetes e espetinhos;
  • AME Associação Mãe Especiais Sol da Manhã/Barraca maringaense – servindo comidas de Buteco;
  • Lar dos Velhinhos Associação Cultural e Beneficente Nova Lurdes/ Barraca Russa – servindo Sonhos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.