Formada na UEM, coelhinha da Playboy Ariennes Kawahira cria canal no Youtube para ensinar Química

Por: - 26 de setembro de 2019
Formada em Química na UEM, Ariennes lançou canal no YouTube há cerca de uma semana / Reprodução Facebook

Conhecida nas redes sociais como “Professora Japa”, a modelo e coelhinha da Playboy, Ariennes Kawahira, decidiu criar um canal no YouTube para ensinar Química de uma maneira descontraída e com características pessoais. Formada em Química pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e pós-graduada em Ciência Criminais, Ariennes lançou há cerca de uma semana o “Meteno Química“.

Ela assume o personagem de uma professora sexy, com decote, roupa apertada e batom vermelho. Com brincadeiras de duplo sentido que vão desde o nome do canal, em referência a uma nomenclatura da química orgânica, até o conteúdo das aulas, Ariennes pretende dar um empurrãozinho e descomplicar o que são átomos, prótons e nêutrons.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

Sem medo das críticas pela maneira descontraída de abordar o conteúdo, ela afirma que, por mais que o canal seja uma brincadeira, o objetivo é oferecer pequenas aulas de reforço sobre química. Nos vídeos, a Professora Japa já ensinou sobre modelo atômico, cátions, ânions e íons. Criado há pouco tempo, o canal tem 380 inscritos, mas o vídeo de apresentação tem mais de 2,5 mil visualizações.

“Muito das coisas que aprendi durante a faculdade e na escola era através de besteiras e de brincadeiras. Os macetes facilitam na hora de guardar a informação e utilizar quando precisa, porque é bastante informação”, diz a modelo.

Ariennes veio de Penápolis, no interior de São Paulo, para estudar em Maringá. Ela ingressou no curso de Química na UEM em 2007 e morou por oito anos na cidade. A modelo conta que sempre teve facilidade com a química durante o ensino médio. No entanto, o foco ao terminar a faculdade nunca foi trabalhar em uma indústria química ou em laboratórios de análise.

“A ideia era ser perita criminal, por isso fiz pós em Ciências Criminais. Assistia muitos seriados e filmes sobre desvendar homicídios, sempre achei interessante a parte de química forense”, conta Ariennes.

Durante a graduação, ela começou a participar de concursos de beleza e decidiu seguir a carreira de modelo como um hobby. Depois de concluir a pós-graduação, enquanto não aparecia nenhuma oportunidade como perita criminal, surgiu uma chance na Playboy e, a partir de 2016, ela se tornou uma das coelhinhas da revista.

Apesar da formação em química, ela nunca trabalhou na área. No ano passado, após conversar com um amigo, surgiu a ideia de criar um canal no Youtube sobre química e o  personagem da “Professora Japa”. “Pensei, modelo e blogueira sempre têm. Eu sou química, mas queria fazer uma coisa diferente, não ser mais uma professora de Química passando conteúdo”.

Para gravar os vídeos, ela voltou a estudar e precisou rever alguns conteúdos. Com ajuda de um assessor, Ariennes produziu uma grande quantidade de vídeos no início deste ano. O canal foi criado há cerca de uma semana e a ideia é publicar as aulas de acordo com as metas de inscritos no canal. “A gente começou como brincadeira, mas a intenção é ter mais estrutura e fazer uma coisa bem profissional com o tempo”, diz a Professora Japa.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.