Mega-Sena acumula de novo e prêmio vai a R$ 50 milhões. Restam dois sorteios antes dos R$ 200 milhões inacumuláveis da Virada

19 de dezembro de 2018
Dos 14 sorteiros realizados, Mega-Sena acumulou em 13 / Agência Brasil

A Mega-Sena acumulou outra vez na terça (18/12). E quando acumula, como outros milhares e milhares que acumulam desacertos, também aposto. São R$ 50 milhões em jogo na quinta (20).

Cinquenta milhões também é a probabilidade de acertar as seis dezenas. Depois tem mais um sorteio no sábado (22) e aí só na Virada, com R$ 200 milhões inacumuláveis.

Há muitos anos, quando ainda não exibia plásticas, o senador Alvaro Dias disse, após CPI sobre as loterias da Caixa, que tem gambiarra na parada. Não duvido, mas qual apostador não sonha? E quem ganha sem jogar?

No deleite da ilusão, tem gente que promete ajudar a família, tem quem jura espalhar caridade, quem se redime dos pecados e tem até quem acha ser possível fazer segredo à condição de milionário.

Bem… Sonhar é preciso, no caso custa pelo menos R$ 3,5, e faz parte da fé.

Um sentimento esquisito de consolo quando se joga e o prêmio acumula é que o próximo sorteio pagará mais. Eita joguinho esperto: realimenta a esperança e o sujeito aposta de novo.

Penso que ninguém lamentou o fato da tal sorte, nesta terça, não ter feito um pobre brasileiro rico.

Era só alguém ter marcado os números certos: 19 – 22 – 29 – 41 – 44 – 59.

Desde o fim de novembro, quando um apostador levou sozinho R$ 70 milhões, ninguém mais cravou os seis números da Mega-Sena.

No sorteio de terça, 4.051 apostas acertaram quatro números. Deu R$ 850,56 cada. E 58 fizeram a quina, que pagou R$ 41.585,34 por aposta.

Como quase todos os anos com Copa do Mundo e eleições, a sensação é que 2018 também passou ligeiro. Mas ainda dá tempo para jogar e, quem sabe, acertar ao menos uma quadra.