Mafuá 2018 começa na segunda e vai ter exibição de 15 curtas universitários. Oficinas de fotografia, direção, criação e roteiros têm inscrições abertas

Por: - 24 de novembro de 2018
Mafuá! começa na segunda-feira e exibe 15 curtas amadores / Divulgação

Começa nesta segunda-feira (26/11) a Mostra do Filme Universitário e Amador, o Mafuá 2018. O evento de três dias vai ser realizado no auditório 29 de Abril, no câmpus sede da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

O Mafuá tem o objetivo de criar um espaço de circulação e debate da produção audiovisual universitária e amadora do Paraná. Vão ser 15 filmes de curta metragem exibidos em dois dias. Sete foram produzidos em Maringá, outros sete em Curitiba e um em Piraquara, na região metropolitana da Capital. O material mais longo tem duração de 24 minutos e 39 segundos e o mais curto de um minuto e 52 segundos.

Os filmes selecionados foram produzidos entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, por estudantes universitários. O tempo de duração dos materiais inscritos não poderia ser maior que 25 minutos contando a exibição dos créditos. O público do Mafuá vai poder assistir no total a duas horas, 55 minutos e sete segundos de produções amadoras nas categorias Ficção, Experimental e Documentário.

Os sete filmes de Maringá foram feitos por alunos do curso de Comunicação e Multimeios da UEM, que organiza o evento. A palestra que abre a programação vai ser com a professora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) Cristiane da Silveira Lima, que é doutora em Cinema e vai falar sobre Circuitos Alternativos e os Desafios para a Formação de Público. Ela foi professora na UEM e coordenou duas edições do festival.

No último dia de evento (29/11), o Mafuá realiza também um bate-papo com os produtores dos filmes e a exibição de videoclipes produzidos por alunos do terceiro ano do curso de Comunicação e Multimeios. Toda a programação é gratuita.

Mafuá terá quatro oficinas

As quatro oficinas do Mafuá 2018 vão ser realizadas na terça-feira (27/11), a partir de 13h30. Para participar é necessário fazer a inscrição antecipada pelo site do evento e pagar uma taxa simbólica de R$ 5. Nessas oficinas, os participantes vão poder aprender um pouco mais sobre direção de fotografia, direção de atores, criação e produção de roteiros, além de desenvolvimento de vinhetas animadas.

Os instrutores das oficinas são professores especialistas convidados de outras universidades e estudantes de comunicação. Para as oficinas de direção, é recomendável levar a própria câmera e para a oficina de vinhetas, a recomendação é levar um computador com o programa After Effects instalado. Quem não tiver esses materiais pode participar das atividades normalmente.

Mafuá chega a quarta edição em 2018

Essa já vai ser a quarta edição do festival, que passou a ser chamado de Mafuá em 2017. Nos anos anteriores o nome era Festival de Vídeos da UEM (Fevuem) e tinha premiação aos melhores filmes. Em três anos, o evento exibiu 66 curtas produzidos por universitários.

Programação

Mostra do Filme Universitário e Amador – Mafuá!

Data: 26 a 28/11
Local: auditório 29 de Abril, Bloco I-12, câmpus-sede da Universidade Estadual de Maringá (UEM)

26/11 (segunda-feira)

14h – Palestra

  • Circuitos Alternativos de Exibição e os Desafios para a Formação de Público / Profa. Dra. Cristiane da Silveira Lima – UFSB

19h – Sessão I

  •  Cine Passeio (Vitor de Almeida Sawaf, Documentário, 21’59”, 2018, Curitiba/UNESPAR)
  • O Futuro é Negro (Debora Oliveira Primo de Souza, Documentário, 10’47”, 2017, Maringá/UEM)
  • Criativa(mente) Destoante (Sabrina Trentim, Documentário, 16’45”, 2018, Curitiba/UNESPAR)
  • Silêncio (Marina Ariano, Experimental, 01’52”, 2018, Curitiba/UNESPAR)
  • Projeto Interlúdio: Interação entre videoclipes a partir de composições musicais (Geison Durães, Experimental, 06’00”, 2018, Maringá/UEM)
  • Túnel de Ventilação (Luiz Gustavo Moreira Padovani, Experimental, 04’10”, 2018, Curitiba/EMBAP)
  • Isso Não é um Filme (Luiz Gustavo Moreira Padovani, Experimental, 04’10”, 2018, Curitiba/EMBAP)
  • A Luz na Janela (Lívia Pinheiro Marques, Ficção, 13’06”, 2017, Maringá/UEM)

27/11 (terça-feira)

13h30 – Início das Oficina

  • Composição, iluminação e cor: princípios da direção de fotografia (Professor Me. César Biégas)
  • Direção de atores na câmera (Professora Dra. Gabriela Fregoneis)
  • Criando sua primeira vinheta animada (Pedro Ferreira)
  • Elementos do roteiro cinematográfico: a técnica da escrita na sétima arte (Beatriz Colgano)

19h – Sessão II

  • Educação nas Prisões: Uma Luz para os Excluídos (Thayana Bruck Andreatta, Documentário, 24’39”, 2018, Piraquara/UNESPAR)
  • A Outra Vida (Icaro Zanuto de Oliveira, Documentário, 14’51”, 2018, Curitiba/UNESPAR)
  • In My Head – Stolen Byrds (Giulliana Dias Pereira, Experimental, 04’51”, 2018, Maringá/UEM)
  • The Bad Trip Show (Alice de Jesus Medeiros, Experimental, 05’56”, 2018, Maringá/UEM)
  • Livros Cruzados (Mariana Caroline Siqueira Gonçalves, Experimental, 09’38”, 2017, Maringá/UEM)
  • Bequetreque (Vitória Carossi Trigo, Ficção, 05’40”, 2018, Curitiba/UNESPAR)
  • A Cor do Toque (Felipe Collar Berni, Ficção, 23’50”, 2017, Maringá/UEM)

28/11 (quarta-feira)

19h – Fórum de realizadores

  • Bate-papo com realizadores selecionados / Entrega de menções honrosas

20h30 – Encerramento

  • Exibição de videoclipes (produções do 3º ano de Comunicação de Multimeios)

21h30 – Confraternização

  • Atari Bar – Rua Prudente de Moraes, 945

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.