Grupo folclórico Os Lusíadas completa 50 anos de fundação. Integrantes mantêm viva a tradição portuguesa em Maringá

Por: - 13 de novembro de 2018
Apresentação do grupo folclórico Os Lusíadas / Divulgação

Criado em 1968 pelo pioneiro Manuel Dias da Silva e sua esposa Maria Luíza Lúcio da Fonseca, juntamente com outros portugueses que se estabeleceram em Maringá, o grupo folclórico Os Lusíadas, que comemora 50 anos, é responsável pela celebração da dança e da música portuguesa na cidade. 

O atual presidente e responsável pelos ensaios do grupo Os Lusíadas, Sérgio Santos de Oliveira, ressalta que o grupo nasceu justamente para garantir que na cidade escolhida por muitos imigrantes, que saíram de Portugal em “busca de novos horizontes e de uma vida melhor”, houvessem pessoas dispostas a “manter viva a cultura portuguesa”. 

Mais do que vencer o tempo e construir uma história de cinco décadas, o grupo Os Lusíadas se tornou um dos mais atuantes do Brasil. Oliveira diz que Os Lusíadas é sem dúvida o grupo folclórico português que mais distâncias percorreu no território nacional.

Os dançarinos e músicos que divulgam a cultura popular luso-brasileira passaram por quinze estados: Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal (Brasília), Bahia, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Pará e Amazonas, além de praticamente todo o Paraná.

Na história, há também duas viagens para apresentações em Portugal, em 1994 e 2000, quando os imigrantes e descendentes puderam mostrar o trabalho feito no Noroeste do Paraná e apresentar músicas e danças do folclore brasileiro.

“Estas viagens tiveram por objetivo aprimorar o trabalho desenvolvido, por meio de intercâmbios com grupos tradicionais portugueses, tornando assim nossas apresentações mais fiéis e originais possíveis”, ressalta Oliveira.  

Atualmente, Os Lusíadas é formado por dois grupos de dança, um adulto e outro infanto-juvenil e ambos se apresentam em inúmeros eventos dentro e fora de Maringá.

O mais tradicional é a Festa Portuguesa, que acontece todos os anos no Centro Português de Maringá. Realizada nos meses de junho e julho, os dois grupos costumam se apresentar em todos os finais de semana.

O grupo adulto é formado por 46 componentes, sendo 32 dançarinos e 12 pessoas da tocata (duas concertinas, um sanfoneiro, um triângulo, um bombo, um reco-reco, quatro instrumentistas de corda e duas vozes), além de três integrantes que atuam no apoio.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.