Tem benção de animais e plantas na manhã deste sábado na Paróquia São Francisco de Assis. Saiba mais sobre o santo que inspirou o Papa

Por: - 5 de outubro de 2018
Reprodução / www.franciscanosrondinha.com.br

A Paróquia São Francisco de Assis de Maringá realiza na manhã deste sábado (6/10) a tradicional benção de animais e plantas. As orações começam às 10 horas e, logo na sequência, o padre Luiz Carlos de Azevedo vai conceder as bençãos.

A celebração em homenagem ao Dia Mundial dos Animais, comemorado no dia 4 de outubro, e a São Francisco de Assis vai ser feita na Praça Vicente Simino, no Jardim Alvorada. A praça fica atrás do Colégio Unidade Polo, próximo a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte, na Avenida Sophia Rasgulaeff.

Se estiver chovendo, adianta o padre, a benção de animais e plantas vai ser concedida dentro da igreja. O evento é uma tradição da paróquia, criada há 40 anos. Para quem gosta de animais, vale a pena conhecer a nova seção de Pets do Maringá Post.

São Francisco de Assis foi canonizado apenas dois anos depois de sua morte em 1.228. Quase duas década antes, Francisco criou a ordem dos franciscanos.

A humildade, a pobreza e a comunhão são virtudes de Francisco. Ele inspirou, inclusive, o então cardeal Jorge Mario Bergoglio a escolher o nome de Papa Francisco pela primeira vez na história da Igreja Católica.

Além da ligação com os animais e plantas, Francisco de Assis sempre foi reconhecido por ter um olhar muito carinhoso para o sol, a lua, as estrelas, o vento, o fogo, a água, a terra e as flores.

Filho de um rico comerciante de roupas, São Francisco decidiu abdicar dos negócios e da herança da família quando tinha pouco mais de 20 anos. Foi quando se afastou do meio urbano e começou a pregar. Conheça aqui mais detalhes da história do santo.

A oração de São Francisco de Assis

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.
Amém!

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.