VOA Maringá apresenta iogurtes com leite de coco, robô ecológico, aplicativo para crianças, jardins e hortas verticais com paletes e automação industrial. Nesta quinta, no Senai

Por: - 4 de outubro de 2018

Um iogurte à base de leite de coco, geleia de frutas vermelhas e microorganismos do bem e um robô que se alimenta com energia solar e faz limpezas externas são duas das cinco ideias inovadoras que serão mostradas no Vozes do Amanhã (VOA Maringá), por egressos do Colégio Sesi e Senai de Maringá nesta quinta-feira (4/10), às 19 horas.

O evento promovido pelo Sistema Fiep objetiva dar voz aos jovens com uma nova visão do futuro, como Thainara Luana Branzan, uma das alunas que produziu o iogurte voltado para veganos e 35% da população brasileira, intolerante à lactose, e o ex-aluno do curso de Técnico em Mecânica, Felipe Augusto Saldan, que criou o robô Ologaiseidon.

“O Senai abriu a oportunidade de criarmos algo novo e nos ajudou muito, principalmente na disponibilidade dos laboratórios para realizarmos os testes”, explica Thainara, que integra um grupo de alunos do curso técnico em Biotecnologia. O iogurte é feito a partir do kefir, um conjunto de microorganismos que combina lactobacilos, fungos e bactérias.

Felipe Saldan diz que “ter sido selecionado para o VOA é um reconhecimento e uma oportunidade para apresentar a ideia para outras pessoas”. Conta que o robô funciona com energia elétrica, é capaz de se alimentar da energia solar e de se locomover em terrenos irregulares: “O sistema não exerce poluição física e realiza a limpeza de áreas abertas. Nosso grupo se empenhou muito para desenvolver o projeto”.

A gerente Executiva de Educação do Sistema Fiep, Giovana Punhagui, disse que “os alunos surpreendem pela qualidade das ideias e precisam de um espaço não só para apresentá-las, mas para serem reconhecidos. O VOA é uma oportunidade de os estudantes disseminarem suas ideias, pois nas aulas e oficinas são constantemente desafiados a criar, buscar soluções e mostrar suas aptidões”.

Confira os alunos e os projetos do VOA Maringá

1 – Aplicativo Bob Blocks – Para facilitar a assimilação dos conceitos da lógica de programação aos alunos dos cursos de TI, os alunos do Senai de Maringá criaram um jogo que torna o conteúdo mais lúdico e simplista. Por meio do aplicativo Bob Blocks, eles dizem que há um aumento do interesse pelo conteúdo e a possibilidade da aplicação dos conceitos a turmas do ensino fundamental a partir dos seis anos de idade.

Alunos: Lucas Lincol Guizzo, Dácio Machado, Vinicius Devequi e Valmor

2 – Robô Ologaiseidon: Desenvolvido por alunos do Senai, o Ologaiseidon é um coletor automatizado de material reciclável que causa o mínimo de impacto para o ambiente em que opera. Funcionando com energia elétrica e energia solar, o sistema não exerce poluição física e realiza a limpeza de áreas abertas. Embora tenha motores que possam causar poluição sonora durante o funcionamento, o sistema não agride o meio ambiente, sendo, portanto, um robô ecologicamente correto.

Alunos: Felipe Augusto Saldan, Guilherme Henrique Santana, Lucas Poteriko Rocha, Renan Marques da Rocha, Talita Vergel da Silva Vasconcelos e William Silva Damião.

3 – Vertical Garden: Com o intuito de resgatar o verde, até então restrito às edificações térreas, o projeto “Vertical Garden” propõe a reutilização de paletes associada ao plantio de hortaliças e/ou plantas ornamentais com o emprego de técnicas de compostagem doméstica em empreendimentos verticais.

Entre as vantagens, estão a redução dos resíduos gerados pelo descarte incorreto dos paletes, a redução do lixo orgânico destinado à coleta municipal/lixões, a melhora da qualidade de vida dos moradores de apartamentos e uma melhora no aspecto estético (design de interiores) de sacadas e espaços gourmet.

Alunos: Kenedy Miloch Ferreira e Vanessa Jesus Ramos de Morais

4 – Iogurte  Kefir: Estudantes do curso Técnico de Biotecnologia do Senai em Maringá, desenvolveram um alimento tipo iogurte para veganos e intolerantes e alérgicos à lactose e proteínas do leite mais uma opção de alimento/sobremesa saudável, com características próprias de sabor e propriedades probióticas advindas do Kefir.

Alunos: Carolina Naoko Abe Kano, Felipe Francisco dos Santos Dias, Gabriel Marcuz, Ivyna Picanço Machado, Julia da Silva Souza, Laís Mendes Moura da Silva, Mylena Fernandes Montagnini e Thainara Luana Branzan

5 – Automação Industrial:  A aluna Beatriz Benato Avanço, do Colégio Sesi e do Curso Técnico em Automação Industrial do Senai, já participou do Grand Prix 2017 e 2018, quando propôs um sistema para automatizar o processo de perfuração de tanques, agilizando o processo de produção de uma empresa.

Participou do Minha Ideia de Negócio, com o projeto de um sistema de filtração de HPAs cancerígenos destinado às indústrias petroquímicas, impedindo a liberação desses gases na atmosfera.

Também ganhou o primeiro lugar no Grand Prix Etapa Nacional 2018, quando propôs a uma concessionária de veículos um projeto para reduzir custos e ocupar menos espaço. O projeto consistia em um sistema de projeção holográfica dos automóveis ofertados, com simulador para testar o carro e possibilidade de realizar o test drive em veículos alocados em pontos estratégicos da cidade.

Aluna: Beatriz Benato Avanço

SERVIÇO 

  • O que: Vozes do Amanhã (VOA) de Maringá
  • Onde: Senai de Maringá
  • Quando: Quinta-feira (4/10), às 19 horas.
  • Obs: O VOA Maringá é gratuito e aberto para o público, mas as vagas são limitadas. Para participar é preciso se inscrever no link www.sistemafiep.org.br/voa.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.