Final de semana de sol e três shows gratuitos: “Tropicália” no Parque do Ingá, “Carne Doce” na Praça da Prefeitura e orquestra da Holanda no Calil Haddad

Por: - 20 de setembro de 2018
Orquestra Vitor Gorni, que faz show Tropicália, domingo à tarde no Parque do Ingá

O domingo será de sol e calor. Clima ideal para um passeio no Parque do Ingá e, de quebra, curtir os velhos e bons sucessos de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Nara Leão, Gal Costa, Tom Zé e Mutantes ao som de sax, trompete, trombone, guitarra, contrabaixo, bateria, piano e voz no show “Vitor Gorni Orquestra interpreta: A Tropicália”.

A apresentação gratuita será a partir das 16 horas, em frente à Academia da Terceira Idade do parque, que deverá reunir mais de 400 pessoas – na opinião dos organizadores. O show é uma homenagem aos 50 anos do movimento tropicalista, que rompeu as estruturas da cultura brasileira no final da décadas de 1960,  época de baionetas e coturnos.

“A Tropicália foi uma nova proposta para a música popular brasileira em pleno período da ditadura militar. Por conta disso, hoje temos a liberdade de nos vestir como queremos e nos expressar”, lembrou o músico e proponente do espetáculo, Paulinho Schoffen, que faz participações especiais durante o show, cheio de novos arranjos instrumentais.

A homenagem aos contraventores de um tempo em que manter-se calado era a palavra de ordem, é uma iniciativa patrocinada pelo edital Viapar Cultural, que já passou por Cambé, no próximo domingo (23/9) será realizado em Maringá e, no domingo seguinte (30), terá vez e voz em Londrina, à beira do Lago Norte, no Conjunto Milton Gavetti, às 16h.

Carne Doce e Stolen Byrds na praça

Mas o fim de semana musical por aqui começa mesmo é no sábado, com a primeira edição do Circular Alternativa. Também com entrada na faixa, a banda goiana Carne Doce faz o show de lançamento do terceiro disco da carreira, “Tonus”. O festival será na Praça da Prefeitura e contará, ainda, com o som da banda Stolen Byrds.

“A gente não quer mais se limitar a produzir apenas shows, queremos expandir para área formativa. Tanto para promover intercâmbio cultural, articulando o pessoal daqui com o pessoal de fora, quanto fazer debates, como nessa primeira edição da Circular Alternativa”, explica uma das idealizadoras, Daniela Giannini.

Isso quer dizer que além haverá um painel com o tema “Os desafios da produção musical independente”, na sala de reuniões do gabinete do prefeito. As atividades começam a partir das 15h30, com recepção da galera, e das 16h às 19h serão realizados debates, com integrantes do Carne Doce e Stolen Byrds. Às 20h, eles deixam a mesa e sobem ao palco.

Banda Carne Doce, que faz show sábado à noite na Praça da Prefeitura: no centro, Salma Jô, que participa de debate

Sinfonia Rotterdam no Calil Haddad

A boa música do final de semana maringaense não emudece por aí. No final da tarde (17h) de domingo (23) também tem clássicos com a Sinfonia Rotterdam, da Holanda, com o piano do consagrado brasileiro Alvaro Siviero. Espetáculo para se ver e ouvir no conforto das poltronas do Teatro Calil Haddad. De graça. Os ingressos serão entregues 1h antes.

Maringá é a terceira cidade a receber a turnê, que também passa por Curitiba e Londrina, se encerrando na Holanda, em outubro. Foi viabilizado pela Lei Rouanet e, por aqui, conta com o apoio da secretaria municipal de Cultura. A Rotterdam, uma das orquestras maius tradicionais da Europa, é regida pelo maestro Conrad Van Alphen.

SERVIÇOS

  • O que: Circular Alternativa, com Carne Doce e Stolen Byrds
  • Onde: Praça da Prefeitura / Gratuito
  • Quando: Sábado (22/9) – debates das 16h às 19h e show às 20h

 

  • O que: “Vitor Gorni Orquestra interpreta: A Tropicália”
  • Onde: Parque do Ingá / Gratuito
  • Quando: Domingo (23/9), às 16 horas

 

  • O que: Sinfonia Rotterdam e Alvaro Siviero
  • Onde: Teatro Calil Haddad / Gratuito
  • Quando: Domingo (23/9), às 17h

Veja aqui outras dicas para curtir o final de semana. Tem Fernando Duran e percussão no domingo cultural do Mercadão de Maringá.

Saiba Mais

A Vitor Gorni Orquestra foi criada em 1994. Compõem a formação atual: Vitor Gorni, Lincoln Rodrigues e Wesley Cesar Florêncio (saxofones); Marcio Souza e Newton Cesar Florêncio (trompetes); Luciano Torres (Trombone); André Campelo (guitarra); Mateus Gonsales (piano); Gabriel Zara (contrabaixo) e Rafael Torrente (bateria). O show ainda terá as participações especiais de Paulinho Schoffen (voz) e André Gião (guitarra).

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.