Vikings, com armaduras, escudos e espadas, invadem Praça da Catedral de Maringá. Encontro será no domingo, 23 de setembro

Por: - 9 de setembro de 2018
Foto por Rafael Dinato (fonte: Encontro Viking)

A tarde de 23 de setembro será no estilo medieval em Maringá. Isso porque a 3ª edição do Encontro Viking tomará conta da Praça da Catedral. O evento promete um domingo animado com música, artesanato e discussões sobre a história e visões da Era Viking e a Cultura Escandinava.

O encontro será uma confraternização entre pessoas com interesse na cultura nórdica. Temas como história, mitologia, tradições, culinária, luta e música fazem parte da festa, inclusive com a venda de artesanato típico dessa cultura, com itens como escudo, pingentes, anéis, sapatos e bolsas em couro.

A organização pede para quem quiser participar que vá vestido a caráter. “Nós recriamos o período medieval baseado em achados históricos, que vão além do que é comumente conhecido. As roupas, por exemplo, não podem ser pretas porque na época não tinha corante preto”, explica um dos organizadores Matheus Yuri Gritzenco De Giovanni.

O III Encontro Viking acontece ao estilo piquenique. Os participantes são convidados a levar comidas e bebidas para compartilhar na praça da Catedral. A grande atração é o momento do combate. “Primeiro tem o treino de combate viking para as pessoas verem como era. Não é encenação. Parece mais com uma arte marcial”, diz De Giovanni.

Após o treino, acontece o combate real, com espadas de aço sem corte feitas com base em dados históricos. Os participantes usam armaduras, braçadeiras e luvas, acrescenta De Giovanni, de 30 anos, doutorando em engenharia química e grande entusiasta da cultura viking.

A parede de escudos também chama atenção. “Duas equipes se encontram como se fosse uma batalha real. Tudo acontece de verdade e não se sabe quem vai ganhar no final”, explica. Essa promete ser uma das principais atrações do evento, que costuma atrair muitos adeptos ao estilo e curiosos.

A banda Lugaserfelck também é presença garantida. O grupo apresenta um repertório diversificado, voltado para obras de caráter celta, viking, músicas tradicionais europeias, músicas internacionais, trilhas sonoras e composições autorais.

Os músicos fazem suas apresentações de forma didática, cênica e medieval. “Temos o interesse em difundir a riqueza cultural da Idade Média promovendo consciência histórica e estética”, dizem os artistas por meio da página do Facebook da banda.

Há quinze dias do encontro, a página já tem 516 pessoas interessadas em participar do encontro e 117 que confirmaram presença. Estima-se, baseado nas últimas duas edições, que devam passar cerca de 500 pessoas pelo local.

Fazer na Praça da Catedral é uma estratégia nesse sentido. “Escolhemos esse local para que o evento seja visto por um número maior de pessoas. O público que estiver passando por ali pode conhecer também”, afirma De Giovanni. O evento tem entrada gratuita.

Essa será a 3ª edição do evento em Maringá. A primeira e a segunda edições foram realizadas em março e maio desse ano, mas os encontros viking acontecem em vários locais do país, como Rio de Janeiro, São Paulo, Araçatuba e Curitiba.

Embora os organizadores não sejam os mesmos, há uma troca de experiências e divulgações entre os grupos, que se apoiam e se organizam para participar uns dos outros.”Esses encontros são feitos por entusiastas que querem mostrar um pouco da cultura viking. A gente se apoia, mas não pertencemos ao mesmo grupo”, diz De Giovanni.

SERVIÇOS

  • O que: III Encontro Viking
  • Data: 23/9
  • Local: Praça em frente a catedral
  • Horário: 14h
  • Entrada: gratuito


Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Prazo de inscrições para o concurso do Aeroporto de Maringá se encerra na quarta-feira

Os salários variam de R$ 1,49 mil, para auxiliar administrativo e auxiliar de operações aeroportuárias, a R$ 5,72 mil para engenheiro civil.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Prazo de inscrições para o concurso do Aeroporto de Maringá se encerra na quarta-feira

Os salários variam de R$ 1,49 mil, para auxiliar administrativo e auxiliar de operações aeroportuárias, a R$ 5,72 mil para engenheiro civil.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS