Projeto Sonho Compartilhado chega a terceira edição e transforma noite de 16 meninas com Baile de Debutantes. Empresária Cida Macedo é a idealizadora do evento

Por: - 9 de setembro de 2018

Qual menina nunca sonhou com uma festa de 15 anos? O vestido, a decoração, o bolo, a valsa e o príncipe. Com o apoio de diversos empresários de Maringá, 16 meninas tiveram tudo isso e muito mais na noite de quinta-feira (30/8), no Buffet Moinho Vermelho. É o Projeto Sonho Compartilhado, criado em 2016 pela empresária da área de eventos, Cida Macedo.

“É um projeto muito bacana e gratificante que está crescendo a cada ano. Com a ajuda e apoio de todos os empresários, fornecedores e padrinhos que me ajudam, estamos tornando essa ideia cada vez mais consolidada. Muitas vezes, os padrinhos não são da área de eventos e estão acolhendo o projeto junto comigo”, afirmou Cida.

Milhares de correspondências repletas de histórias e com um mesmo sonho em comum chegaram e foram lidas uma a uma por toda a organização. Após todo processo de escolha, este ano, a festa prestigiou 16 meninas, três delas, mais do que especiais, eram alunas da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

“Desde o início, nosso intuito sempre foi trabalhar inclusão, então nós temos as meninas que possuem uma classe social que não conseguiriam fazer essa festa e além delas, este ano, temos 3 meninas da APAE que também estão completando 15 anos. A Instituição nos abraçou e estamos muito contentes por essa iniciativa”, disse a idealizadora.

Cada debutante foi apadrinhada por um casal e as 16 meninas tiveram o dia e uma noite digna de princesas. Ganharam maquiagem, penteado, manicure e puderam escolher o vestido de seus sonhos. Além disso, teve até coroa e o famoso anel que toda debutante merece.

Comida boa, decoração impecável, luz e som de alta qualidade. Eu nunca imaginei que pudesse ter uma festa dessa em minha vida. Fiquei muito feliz e realizada. Com certeza, vou me lebrar deste dia para sempre disse uma das debutantes, Emilly Mariana.

Para completar o evento, a dupla sertaneja de irmãos, Breno e Caio César foram os príncipes das garotas e dançaram a valsa com cada uma delas. “Que alegria pra gente. Ficamos até emocionados quando entramos. O brilho no olhar de cada uma delas é lindo! Ficamos muito felizes com o convite”, afirma Breno.

Em especial, no ano de 2018, a organização do evento que não possui nenhum fim lucrativo, arrecadou o valor de R$ 15 mil reais que foram divididos e doados para a APAE e para o Instituto Amigos Solidários de Maringá (grupo que promove ações solidárias de voluntariado).

O evento foi um sucesso e mais uma vez realizou o sonho compartilhado de várias meninas. “Graças a Deus deu tudo certo. Tenho certeza que ano que vem, conseguiremos fazer muito mais”, disse emocionada Cida Macedo.

O Projeto Sonho Compartilhado teve início em 2016 e tem o objetivo de presentear 15 meninas da rede pública de ensino (que tenham notas acima da média da sua instituição) com a tão sonhada festa de debutante, sem qualquer custo. Para participar, as meninas precisam escrever uma carta para a organização do evento contando suas histórias, seus sonhos e o porque merecem ganhar. Ano que vem tem mais.

A reportagem e as fotos são de Patrícia Schmitt, que trabalhou como voluntária no evento.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.