Franquia de galeria de artes, Urban Arts realiza chamada criativa para fotógrafos de Maringá e outras 16 cidades. Inscrições terminam no domingo

Por: - 20 de julho de 2018

A Urban Arts, franquia de galeria de artes, fez uma chamada criativa para fotógrafos amadores e profissionais de Maringá e outras 16 cidades. A inscrição é gratuita e pode ser feita no site da galeria até domingo (22/7). As obras escolhidas pela curadoria da Urban Arts serão expostas e comercializadas na galeria da cidade e no site da franquia.

Para ser selecionado, o fotógrafo terá que escolher uma maneira criativa e estética para retratar Maringá dentro do tema “Um olhar artístico para nossa cidade”. Não existe limite de produções, porém as fotos devem ter uma resolução de 150dpi, estar no formato JPG com cores em RGB.

O resultado da chamada criativa será divulgado no dia 6 de agosto. Serão selecionadas até 20 fotografias por galeria, que ficarão expostas a partir de setembro. Em Maringá, a inauguração da loja da Urban Arts está prevista para a segunda semana de agosto. A unidade segue o padrão da franquia e será localizada na Rua Silva Jardim, número 366.

“Os temas são lugares marcantes, pontos turísticos que retratem a cidade. Os critérios de seleção são artísticos, de fotos que ficarem mais interessantes para uma seleção que englobe os lugares mais relevantes da cidade”, explica um dos sócios da Urban Arts, Gustavo Guedes.

Essa é a terceira chamada criativa que a galeria realiza este ano. Para Gustavo Guedes, as chamadas “enriquecem o acervo da galeria” e selecionam peças voltadas para a particularidade de cada cidade. A Urban Arts tem um acervo com 69 mil obras de arte e fotos em 18 lojas no país. A expectativa é que até o final do ano esse número chegue a 24.

Fotos são comercializadas em todo o país

Gustavo Guedes diz que as fotos escolhidas não ficam restritas à cidade da chamada criativa. Como as produções são comercializadas no site da galeria, podem ser vendidas para todo o Brasil. “O que a gente percebe é que muitos artistas que tinham trabalho local acabam tendo a possibilidade de serem reconhecidos nacionalmente.”

O fotógrafo que tiver a foto selecionada para exposição receberá comissão pela venda de cada peça com a foto. Segundo Gustavo Guedes, a comissão varia de 10% a 20% do valor da produção vendida.

O sócio explica que o preço cobrado por peça é o mesmo para todos os expositores e só varia de acordo com o tamanho. Um poster de 30 cm por 30 cm, por exemplo, custa cerca de R$ 199 na Urban Arts.

O fotógrafo pode usar uma foto que já tenha feito ou produzir algo específico para a chamada criativa. Segundo Guedes, essa é uma oportunidade para a galeria conseguir novos expositores e que os artistas possam ganhar espaço no mercado.

“A gente costuma receber desde artistas que tem fama, tanto quanto pessoas que têm a arte como um hobby. Sempre tem alguma delas que acaba colocando a arte ou a fotografia como trabalho pessoal e acaba vivendo disso”, conta.

A chamada também vale para fotógrafos de Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Joinville, Natal, Piracicaba, Recife, Rio de Janeiro, São Luís, São Paulo e Teresina.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.