Janine Mathias e Criolo fazem show gratuito no Teatro Calil Haddad neste sábado, em promoção do Sesi com apoio da prefeitura

Por: - 18 de julho de 2018
Janine Mathias e Criolo

O Teatro Calil Haddad será tomado pelo hip hop na noite deste sábado (21/7), com show gratuito da emergente brasiliense radicada em Curitiba Janine Mathias, com a participação do consagrado paulistano Criolo, que um dia chegou a pensar em desistir da carreira. A promoção é do Serviço Social da Indústria (Sesi), com apoio da prefeitura. Começa às 20h.

Janine, filha de sambista, no início seguiu a mesma trilha, mas ao se fixar em Curitiba enveredou para o hip hop, com raps que rememoram sua ancestralidade, sob forte influência do próprio samba, do jazz e do soul. Está com quatro clips rodando nas mídias eletrônicas, tem cinco singles lançados e um álbum solo, o “Dendê”.

No álbum, com dez faixas, Janine conta com a participação com as participações de Martinho da Vila, Leandro Lehart, Tássia Reis e Rincón Sapiência. Embora sua marca seja o rap, ela nunca abandonou o samba. Prova disso é seu projeto itinerante “Samba da Nega”, no qual a cantora recebe um artista convidado para exaltar a cultura afro brasileira.

Já Criolo gravou seis álbuns, sendo um deles, “Espiral da Ilusão”, de 2017, só com sambas. O artista tem entre seus hits “Não Existe Amor em SP” e parcerias de sucesso com Ivete Sangalo e Mano Brown, entre outros expoentes da MPB. Se apresentou em palcos de vários países, cantando suas experiências nas ruas de uma das maiores cidades do mundo.

Nas mídias sociais, Criolo é seguido por 1,1 milhão de pessoas no Instagram e acumula mais de 70 milhões de visualizações no seu canal do youtube. Agora participa do projeto cultural do Sesi, que inicialmente acontecia só em Curitiba. Passou a ser descentralizado e sendo levado também para algumas cidades polo do interior, como Maringá.

A ideia do projeto “Sesi Música” é promover shows com um artista expoente, não tão conhecido, tendo como convidando um artista de renome. “Esses convites são sempre inusitados. Dentro da proposta da linguagem e do conceito que queremos passar, acontece essa fusão”, explica o analista de cultura do Sesi Julio César Koviatkovski.

Em 2017 o projeto também passou por Maringá, com a banda Relespública, tendo como convidado Nasi, ex-vocalista da banda Ira. “A gente entende que o Sesi funciona como uma vitrine, portanto tentamos dar visibilidade para talentos que ainda não são tão conhecidos da grande mídia”, reforça Koviatkovski.

Essa não é a primeira vez de Janine em Maringá. No ano passado ela veio duas vezes à cidade, a primeira como convidada, também do Sesi, para uma oficina e a segunda a convite da secretaria de Cultura para fazer um show no Festival Afro.

“Nossa experiência com a Janine foi muito positiva. Ela compartilhou um pouco de sua vivência e acrescentou diversidade e potencial da cultura afro que Maringá possui”, afirmou Luiz Fernando Neves, diretor de eventos de Maringá.

A realização do show é resultado de uma parceria entre o Sesi, que entra com o aporte financeiro e a prefeitura, que cede o espaço para a apresentação.

“Janine Mathias é uma artista que está conquistando seu espaço no Paraná e logo conquistará o cenário nacional. Esse show com a participação do Criolo, que hoje é uma das grandes referências da música nacional, é um grande feito, principalmente por ser aberto a população”, afirma Neves.

Os ingressos podem ser retirados uma hora antes do evento, às 19 horas, no Teatro Calil Haddad. A organização pede a doação de um agasalho, será destinado ao Provopar.

Conheça o Facebook de Janine Mathias

Criolo: “Não Existe Amor em SP”

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.