Programação cultural de Maringá possui espetáculos de dança e teatro, exposição de artes visuais e sessão de cinema. Tudo de graça

Por: - 19 de junho de 2018
Fonte: http://50anosdefilmes.com.br/2007/a-moca-com-a-valise-la-regazza-con-la-valigia/

A agenda cultural de Maringá com entrada franca para esta semana conta com espetáculos de dança e teatro, passando por exposição de artes visuais e sessão de cinema. Todas as atrações fazem parte do programa Convites, da secretaria municipal de Cultura.

Nesta quarta-feira (20/6), o Convite à Dança apresenta o espetáculo “Simplesmente”, produzido pela Varanda da Cia de Dança, de Paranavaí. Na sexta (22/6), o palco do Convite ao Teatro será todo da atriz e diretora Nena Ioune, com o monólogo “Pra não morrer”.

No Convite ao Cinema, sábado (21/6), será exibido o drama-romance francês “A moça com a Valise”, do diretor Valério Zulini, rodado em 1961. Mas desde o dia 6 deste mês, o Convite às Artes Visuais, expõe obras de Tadeu dos Santos, no Teatro Calil Haddad.

“Simplesmente” – Varanda da Cia de Dança

Fonte: Facebook da Varanda da Cia de Dança

Criada em maio de 2013, em Paranavaí, a companhia Varanda Cia de Dança iniciou seus trabalhos coreográficos em junho daquele ano e já no mês seguinte estreou seu primeiro espetáculo, “Cores”.

Em Maringá, por meio do edital Convite à Dança, a companhia já levou ao público os espetáculos “Cores”, ”diverCidade”, “Arte em Movimento”, “Metade”, “Indubitável”  e“Existência”. Agora chegou a vez de “Simplesmente”.

Será nesta quarta-feira, no Teatro Reviver, às 20h30, com dez bailarinos que já participaram de festivais de cultura em várias regiões do Brasil e que prometem encantar quem assistir.

“Pra não morrer” – Nena Inoue (Cia Espaço Cênico)

Fonte: http://www.saibamais.jor.br/espetaculo-reforca-urgencia-de-resistir-e-reagir-como-mulheres-para-nao-morrer/

Na sexta-feira (22/06), no Convite ao Teatro, Nena Inoue traz a Maringá um monólogo que conta histórias de mulheres reais. No espetáculo “Para não morrer”, a atriz incorpora uma espécie de entidade espiritual que durante os 60 minutos de peça permanece a maior parte do tempo com o corpo imóvel. Só a mão direita e a cabeça ‘falam’.

Com o auxílio da luz do palco, Nena apresenta uma mulher que fala e com ela, junto dela, muitas outras. Diferentes lugares, vidas e momentos históricos se mesclam em uma voz que tem urgência em dizer e a coragem de narrar e contar.

Sobre uma voz que não pode mais esperar e sobre todas as coisas que querem e precisam ser ditas, por insistência, denúncia e memória. O objetivo da peça é manter as histórias e a trajetória de resistência das mulheres que são retratadas no espetáculo.

Em uma entrevista concedida à Agência Saiba Mais, a atriz conta que o espetáculo lhe deu ainda mais certeza sobre o papel de poder que a mulher exerce na sociedade.

“Acho que as mulheres sempre estiveram no poder, que não é o político, o econômico, o das negociações, mas é o da casa, o do afeto e o de criar os filhos. A mulherada é que faz o trabalho de formação não reconhecido e sempre esteve junto”.

“A moça com a Valise” – (1961) – Valério Zulini

Para quem gosta de cinema, no sábado (23/06) no Auditório Hélio Moreira será exibido um clássico do cinema Francês de 1961, “A Moça com a Valise”, de Valério Zulini. O filme do gênero drama/romance conta a história de uma jovem aspirante a cantora, Aída, interpretada pela atriz Cláudia.

Na trama, ela conhece um conquistador que a promete um contrato como cantora, entretanto, antes de cumprir, ele foge e a abandona. Após o abandono, a jovem vai atrás do conquistador cujo nome era Marcello Fainard.

Ela nunca consegue encontrar Marcello, porém, acaba conhecendo o irmão mais jovem deste, Lorenzo, de apenas 17 anos. Com o tempo, Lorenzo se apaixona pela jovem e a instala em um luxuoso hotel da cidade com esperança de que seu amor seja correspondido.

Exposição “Voracidade”, de Tadeu dos Santos

Fonte: http://institutoculturalinga.com.br/2016/10/lancamento-de-catalogo-e-mesa-redonda-no-museu-paranaense/

A exposição do artista Tadeu dos Santos permanece no Teatro Calil Haddad até o dia 30 de junho. A mostra ‘Voracidade’  revela uma relação do artista entre a arte indígena e a contemporânea, por meio de peças com referências às duas realidades.

Serviço

  • De 6 a 30 de junho: Convite às artes visuais
    Atração: “Voracidade” – Tadeu dos Santos
    Local: Teatro Calil Haddad
    Endereço: Av. Luís Teixeira Mendes, 2500 – Zona 05, Maringá
    Entrada gratuita.
  • 20 de junho: Convite à dança:
    Atração: “Simplesmente” – Varanda da Cia de Dança
    Local: Teatro Reviver às 20h30
    Endereço: Praça Todos os Santos, s/n – Zona 2, Maringá
    Entrada gratuita – classificação livre.
  • 22 de junho: Convite ao teatro:
    Atração: “Pra não morrer” – Nena Inoue (Cia Espaço Cênico)
    Local: Teatro Barracão às 20h30
    Endereço: Praça Professora Nadir Cancian, s/n – Zona 7, Maringá
    Entrada gratuita – classificação: 14 anos.
  • 23 de junho: Convite ao cinema:
    Atração: “ A moça com a Valise” – (1961) – Valério Zulini
    Local: Auditória Hélio Moreira (anexo a prefeitura) às 20h
    Entrada gratuita – classificação: 16 anos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.