Tradicional bolo com medalhinhas da Festa de Santo Antônio será servido domingo. Padre garante que vários fiéis alcançaram graças. Com fé e orações ao santo, a Gisele casou

Por: - 6 de junho de 2018
Voluntários apresentam o bolo de uma das últimas edições da Festa de Santo Antônio / Paróquia Santo Antônio

Começa na sexta-feira (8/6) a 20ª Festa de Santo Antônio em Maringá. A grande atração é o bolo de Santo Antônio, que este ano terá 113 metros e 600 kg de doce de leite e a novidade de 2018: medalhinhas de ouro e de prata.

Reza a tradição que, quem encontra uma das milhares de medalhinhas misturadas à massa, tem mais chances de encontrar um amor para casar.

“Várias pessoas tiveram suas graças alcançadas aqui na paróquia depois de comer o bolo com a medalhinha. Não só para relacionamentos, mas outros pedidos também”, garante o padre da Paróquia Santo Antônio, Neri Dione Squisati.

É o caso da Gisele Zeponi que, após participar de algumas edições da Festa de Santo Antônio e sempre acreditar na receita do bolo, encontrou uma pessoa especial.

“Sempre morei no bairro Santo Antônio, participava de todas as festas e meu marido também, mas nunca nos víamos. Eu e ele sempre comíamos o bolo e pedíamos para encontrar alguém legal e deu certo”, conta.

O curioso, lembra Gisele, é que os dois se conheceram em outra oportunidade, por meio de amigos em comum. Gisele também ressalta que a fé nunca esteve voltada apenas ao bolo do santo casamenteiro.

“Além de comer o bolo, sempre pedia em minhas orações, participava das trezenas e fazia novena pedindo a intercessão de Santo Antônio”, diz. Ela conta ter conhecido o marido em 2011 e, que depois de 11 meses de namoro, eles se casaram.

O bolo começa a ser produzido nesta sexta-feira (8/6) no salão paroquial, onde cerca de 100 voluntários irão trabalhar muito para deixar tudo pronto para a manhã de domingo (10/6). Às 6h30 o bolo da Festa de Santo Antônio receberá as bençãos do padre e, a partir das 7 horas, os pedaços começam a ser vendidos.

Além dos 600 kg de doce de leite, serão utilizados 700kg de farinha de trigo, 1065 dúzias de ovos e 450 kg de açucar.

A organização irá colocar 5 mil medalhinhas de Santo Antônio espalhadas por todo o bolo. Os mais sortudos poderão encontrar a grande novidade de 2018: 13 medalhas de prata e 1 medalha de ouro.

Cada pedaço custa R$ 4 e o valor arrecadado com a venda será destinado às atividades pastorais e apoio na construção da capela Beata Irmã Dulce, na Avenida Lucílio de Held.

“Domingo costuma ser o dia mais movimentado. A população chega logo cedo para comprar o bolo e participa das missas que são feitas durante o dia. Além disso, tem shows de prêmios e a apresentação musical que encerra a festa”, convida o padre.

Na quermesse mais tradicional de Maringá também tem barracas diversas, parque infantil e show de prêmios. A expectativa é que nos três dias da Festa de Santo Antôno, entre 15 mil e 20 mil pessoas passem pela paróquia.

Do dia 1º até o dia 13 de junho é realizado a Trezena de Santo Antônio, finalizada com a Santa Missa de celebração de Santo Antônio de Pádua.

Confira a programação da 20ª Festa de Santo Antônio

20ª Festa de Santo Antônio
Local: Paróquia Santo Antônio, na Vila Santo Antônio

Dia 8 de junho
19h Santa Missa seguida por Trezena
20h Abertura oficial
20h30 Dança de quadrilha com a catequese
21h Grupo de Viola Amigos do Jaspion

Dia 9 de Junho
19h Santa Missa
20h Dança de quadrilha com jovens
21h Dupla Maks Freire e Alex

Dia 10 de Junho
6h30 Benção do bolo
7h inicia a venda do bolo
7h30 Santa Missa
10h30 Santa Missa
14h30 Show de Prêmios
18h30 Santa Missa
20h30 Grupo VoccalZ

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.