“A Paixão de Cristo”, maior espetáculo cultural de Maringá e um dos maiores do gênero no país, traz novidades de luz e áudio. Será nos dias 28 e 30

Por: - 19 de março de 2018
Cena do espetáculo da Paixão de Cristo de 2016 / sanepar.com.br

Com cenário remodelado e efeitos especiais surpresa, os organizadores do maior espetáculo cultural de Maringá e da maior apresentação do gênero do sul do Brasil, esperam reunir milhares de pessoas na praça da Catedral nos dias 28 e 30 de março para a apresentação do teatro “A Paixão de Cristo”, com início às 20h. Será a 16ª edição do espetáculo.

Este ano a narrativa será feita a partir do Evangelho segundo São Marcos – o mais antigo dos quatro evangelhos. Em uma área de aproximadamente mil m², contendo quatro palcos e backstage, um novo cenário está sendo criado para as apresentações. Novas cenas de luzes e uma trilha sonora exclusiva fazem parte do espetáculo.

O público poderá ouvir uma das mais belas vozes da televisão e do cinema: Márcio Seixas, um dos maiores dubladores do país. Sua voz é conhecida por dublar para o cinema, Batman, James Bond – 007, entre outros.

Para a realização do evento, a equipe começa a trabalhar oito meses antes da apresentação. São necessários quatro meses de criação e planejamento em escritório, três meses de confecção do cenário e mais um mês de montagem e ensaios na praça da Catedral. Cerca de 300 pessoas fazem parte da equipe de trabalho, entre voluntários e profissionais.

A trilha sonora é exclusiva, feita especialmente para a Paixão de Cristo de Maringá pelo compositor e músico Diego Contiero, músico da TV Canção Nova. Além de Contiero, a trilha sonora conta com as participações especiais de Polyana Demori, Coral Arquidiocesano de Maringá e Geandré Nakano Ramiro.

“A Paixão de Cristo 2018, traz uma maior riqueza em detalhes cênicos, com novos adereços que compõem o cenário de uma maneira incrível, e promete ‘encher’ ainda mais os olhos do público esse ano”, comenta Rafael Frugério, diretor de cenografia do evento.

Segundo Marlos Almeida, diretor executivo da Paixão de Cristo, “efeitos especiais criados por diversos painéis de Led espalhados no cenário darão mais realismo, profundidade, cor e movimento ao cenário”.

No ano passado, um incêndio no barracão onde o figurino do espetáculo estava guardado, na Zona 6, ocorrido no dia 23 de março, quase inviabilizou as duas apresentações. O prejuízo chegou a R$ 300 mil. Foi graças as ajudas recebidas, como a de uma emissora de TV que faz novelas bíblicas, que doou 100 fantasias, asseguraram o espetáculo.

  • Patrocínio principal de Aldo Componentes Eletrônicos e Usina Santa Terezinha. Além de Sanepar, Unimed, Fertipar, Masterprint, Rivesa, Dicomp, Raudi, Totalmix, FA Maringá e Lowçucar.
  • Fomento: Instituto Cultural Ingá – ICI, com apoio institucional da Prefeitura de Maringá e Arquidiocese de Maringá.
  • Realização da Associação Lírius, tendo como media partner a Rede Paranaense de Televisão – RPC e TV Evangelizar.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.