“Mão na Massa”, reality de Gastronomia da Unicesumar, tem dois maringaenses entre os 24 participantes. Lucas Corazza, do “Que Seja Doce”, será jurado

Por: - 2 de fevereiro de 2018
Lucas Corazza dará aulas e julgará os competidores do reality "Mão na Massa" / Divulgação

Kathia Chiuchetta, 50 anos, e Murilo Zandoná, 25, são os dois representantes de Maringá no reality de gastronomia “Mão na Massa”. A disputa será realizada entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março na Unicesumar, em Maringá. O Paraná terá outros dois representantes entre os 24 concorrentes, Claudia Santos, 37 anos, de Ponta Grossa, e Mateus da Silva, 24, de Sarandi.

Kathia tem um canal de culinária no YouTube e está animada para encarar a disputa. “Nunca participei de um reality, mas já competi em muitos concursos e acho que o foco, determinação e muita adrenalina me fizeram aceitar mais esse desafio”, destaca.

Zandoná, outro representante de Maringá, conta aprendeu a conzinha com o pai e passou a cozinhar em eventos, mesmo durante a graduação no curso de Direito. Sua paixão é a cozinha italiana e a panificação.

“Espero que o reality seja uma possibilidade de mostrar que posso mais, de expressar que a gastronomia não é segunda opção e que sonhar nunca é demais”, ressalta.

Claudia, de Ponta Grossa, sempre cozinhou para a família até transformar a atividade em renda. Em busca de novos conhecimentos e aperfeiçoamento de técnicas, começou a cursar gastronomia. “Meu sonho é abrir uma empresa no ramo gastronômico e com a participação no reality `Mão na Massa´ poderei ser mais reconhecida na área”, explica.

Representante de Sarandi, Mateus, conta que a paixão começou na infância e perdura até hoje. “Quando fui arrumar um emprego não tive dúvidas que seria em um restaurante e a partir daí a paixão tomou conta de vez e agora não penso em nenhum outro mercado.”

“Mão na Massa” traz Lucas Corazza a Maringá

O “Mão na Massa”, criado pela Unicesumar, é o primeiro reality show universitário de gastronomia do País.

“Além de promover a integração entre nossos alunos, que representarão todas as regiões do Brasil, este projeto prático oportunizará uma experiência de aprendizagem diferenciada aos alunos participantes que compartilharão suas experiências, sua cultura e paixão pela gastronomia”, diz o diretor de Planejamento de Ensino de EAD da Unicesumar, Fabrício Lazilha.

Assim como o mercado de trabalho exige competências dos novos profissionais, como organização, criação, desenvolvimento, trabalho em equipe, execução e apresentação, o “Mão na Massa” também vai avaliar os competidores com esses critérios.

Todos os dias, os competidores participarão de uma prova, que será avaliada por júris especializados na técnica ou no tipo de culinária em avaliação.

Entre os nomes confirmados para dar aulas e julgar os competidores está o chef Lucas Corazza, confeiteiro e jurado do programa “Que Seja Doce”, da GNT e professor da disciplina de feitaria Clássica e Brasileira do curso de gastronomia da Unicesumar.

O evento começou a ser planejado há mais de cinco meses e envolveu cerca de 50 pessoas, entre professores, coordenadores, restaurante-escola, hotel-escola, eventos e logística. A Unicesumar investiu mais de R$ 100 mil no projeto.

“Investimos muito em tecnologia e metodologia inovadora. Temos uma grande responsabilidade porque nossa principal meta é estar na vanguarda da educação no país. A produção dos reality é o casamento perfeito entre o aprendizado teórico, sua a aplicabilidade dos conceitos de forma inovadora e o engajamento de todos os alunos”, afirma o pró-reitor de EAD da Unicesumar, William de Matos Silva.

“Mão na Massa” terá competidores de doze estados

Vinte e quatro estudantes de Gastronomia da Unicesumar vão disputar o reality “Mão na Massa”. Os competidores são alunos dos polos de Educação a Distância (EAD) de 12 estados brasileiros e do Distrito Federal.

Os 24 competidores foram escolhidos entre 100 candidatos que participaram da prova de seleção: preparar um Bife Wellington, bife de filé revestido com patê e duxelles, envolto em massa folhada e assado. Os vídeos dos candidatos, com o passo a passo da receita, foram avaliados por um júri de professores do curso de Gastronomia da Unicesumar.

Durante o “Mão na Massa”, os competidores serão testados no preparo de pratos de assinatura própria, massas, bolos e carnes. Os competidores participarão de aulas especiais e irão para a cozinha preparar a prova do dia.

Cada uma será avaliada por um júri diferente, formado por professores e chefs convidados de acordo com a habilidade testada.

Os integrantes das três melhores equipes receberão premiações especiais e os membros da equipe campeã ganharão bolsa integral para um dos dois cursos de pós-graduação em Gastronomia da Unicesumar: Gastronomia Funcional e Natural ou Gestão estratégica em Negócios Gastronômicos.

Reality pode fazer a diferença no currículo

Segundo o professor Vinícius Pires Martins, coordenador do “Mão na Massa”, a participação no reality será importante para os currículos dos participantes.

Martins, que já participou do concurso de Melhor Hambúrguer do Brasil do programa Mais Você, da apresentadora Ana Maria Braga, na Rede Globo, afirma que essas competições revelam novos talentos ao mercado da gastronomia.

“Quem consegue passar pela seleção para essas competições já possui competências diferenciadas, que o reality ajuda a mostrar. Trata-se de uma grande vitrine”, destaca.

A Unicesumar lançou o curso de Gastronomia em 2015 e já possui 2.500 alunos em 300 diferentes polos de EAD. A graduação tem duração de dois anos. Criado para atender à crescente demanda do mercado de trabalho por profissionais dessa área em todo o Brasil, este é um dos cursos que mais cresce dentro da instituição.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.