Domingo tem feira de carros antigos para comemorar o Dia Nacional do Fusca. Estudantes da UEM publicaram documentário no ano passado

Por: - 20 de janeiro de 2018
Fusca 1972, totalmente reformado, mostrado em um dos vídeos do canal Fusca da Drika / Reprodução YouTube

O Clube Amigos do Fusca e Derivados de Maringá realiza neste domingo (21/1) uma exposição de carros antigos para comemorar o Dia Nacional do Fusca. É a terceira edição do evento na cidade e a expectativa é reunir centenas de expositores e dois mil visitantes na Praça da Prefeitura. A exposição começa às 9 horas.

No ano passado, na segunda edição, o evento reuniu cerca de 400 carros antigos. “Apesar da chuva no final da tarde, o tempo ajudou bastante. Tivemos um fluxo intenso de pessoas na parte da manhã. Superou nossas expectativas e foi maravilhoso. O pessoal se divertiu bastante”, comemorou o presidente do clube, Braz Claudio Garcia de Jesus.

O Clube Amigos do Fusca de Maringá realiza encontros frequentes no Estacionamento do Estádio Willie Davids e, para a comemoração do Dia Nacional do Fusca, a expectativa é levar veículos de vários modelos e ano de fabricação.

O fusca surgiu em 1935, na Alemanha. No Brasil, começou a ser fabricado em 1951. A produção seguiu até 1986, quando foi interrompida. Retomada em 1993, encerrou de vez em 1996. Mais detalhes sobre a história do fusca no País pode ser vista aqui.

Um dos motivos que fez o fusca ganhar mercado e despertar paixões é o fato de ser um veículo robusto e fácil de consertar.

O evento de domingo, organizado pelo Clube Amigos do Fusca de Maringá tem o apoio da prefeitura, por meio a Diretoria de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação.

Os organizadores pedem que os expositores façam a doação de 2 kg de alimentos ou R$ 10. Os produtos e o dinheiro arrecadado serão doados ao Provopar.

Fusca da Drika tem 23 mil inscritos no YouTube

O fusca motivou em Maringá até a criação de um canal no YouTube. No Fusca da Drika, tem vários vídeos que falam sobre a reforma das relíquias ou apenas contam histórias a quem tem amor pelos fusquinhas. A jovem também tem postagens sobre os fuscas no Facebook.

Adriele Caldeira, a Drika, acompanhou a primeira edição do Dia Mundial do Fusca, em Maringá, realizada em janeiro de 2016.

O fusca também inspirou um documentário apresentado à disciplina de Cinema, do curso de Comunicação e Multimeios, da UEM (Universidade Estadual de Maringá). O vídeo foi postado em janeiro do ano passado.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.